SUICÍDIO : ATO DE CORAGEM OU COVARDIA ?

Drauzio – No passado, o suicida era visto com maus olhos pelas religiões em geral. Os católicos achavam que ele não ia para o céu. Os judeus os enterram num canto separado do cemitério. Você concorda com essa visão de que o suicida é um fraco, uma pessoa que não teve coragem de encarar a vida de frente?

Alexandrina Meleiro – O suicídio é visto por alguns como um ato de covardia, mas por outros como um ato de coragem da pessoa que abriu mão da própria vida e de seus anseios. No entanto, esse “ato de coragem” foi cometido porque estava mergulhada num sentimento de desesperança e pessimismo que a impedia de encontrar uma saída.
O desemprego tornou-se fator de risco para o suicídio na conjuntura atual. Se, ao ser demitida, a pessoa for invadida por um sentimento de baixa auto-estima e mergulhar na depressão não terá condições de comparecer a uma entrevista, de participar de uma dinâmica de grupo para reverter a situação. No entanto, se acreditar em si mesma, ou, se não estiver acreditando, procurar ajuda, terá condições de mostrar sua capacidade de desempenho profissional.

Drauzio – Existem outros fatores de risco para o suicídio?

Alexandrina Meleiro – Existem fatores de risco e de proteção. São fatores de proteção, por exemplo, ter religião, participar de grupos sociais e esportivos, ter amigos, filhos, ser casado. Já entre os fatores de risco destacam-se: ser homem, ter uma doença mental ou física e não contar com suporte social-familiar.

Compartilhe:

7 comentários :

  1. Eu quero tanto acabar com minha própria vida... Acabei de pegar uma escultura de mármore, me tranquei no meu quarto e comecei a bater na minha própria cabeça com força, várias vezes, até não conseguir mais ficar de pé. Já grampeei meu braço com um monte de grampos, me cortei com facas e tesouras... Mas só 1 vez tentei suicídio a sério, que foi quando esvaziei uma caixa de Rivotril de 2mg e outra de outro remédio que eu sabia que era slérgico, mas acordei na UTI e fiquei totalmente bem em menos de 1 mês. Eu quero tentar de novo. Queria pular na frente de um ônibus, ou de um viaduto, ou de um prédio... Eu acho que suicídio é um ato de coragem, sim. Eu tive uma vez mas não deu certo. Preciso ter coragem de novo.

    ResponderExcluir
  2. Existem "n" maneiras de se discutir o sexo dos
    anjos - essa é uma delas. Um mero prisma catali-
    za/expande DEZESSEIS mil tons de cores (as exis-
    tentes na natureza). Somos mais de sete BILHÕES
    de cérebros (vá lá!) pensantes e "independentes"
    até onde isso seja possível!
    Ora!, ALINHAVANDO isso tudo, temos que: suicídio
    é coragem, é covardia, é belo, é horrível,...
    Abraços. Fausto Barros II

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Bom, na minha sincera opinião, que me desculpem os MORALISTAS, suicídio é um ato de coragem e nobreza. Muitos pensam que a vida é um Dom sagrado e que só o todo-poderoso pode tirá-la, mas aí é que entra em cena o discutido 'livre-arbítrio'. Ora, se temos o livre arbítrio, porque muitos condenam o suicídio, sendo que no mundo em vivemos hj existem crimes tão hediondos e poucos são punidos? Se a vida é individual e temos a livre escolha para decidir por nós mesmos, porque devo viver infeliz? Apenas para "cumprir" uma suposta missão? Sou obrigada a viver eternamente infeliz nesse mundo? Não seria o suicídio a minha livre escolha da qual estou ciente das "possíveis" consequências? Podem me julgarem como quiserem, vcs são livres para contra-argumentar minha opinião, mas não vejo a vida como uma obrigatoriedade a ser cumprida!

    ResponderExcluir
  5. VIVER OU NAO VIVER MORRER OU NAO MORRER, NA REALIDADE O MODO DE VIVER DE CADA UM MOSTRARÁ SE VIVEREMOS OU SE MORREREMOS,HÁ´UM SEGREDO QUE POUCOS TENTAM E EXPLICAR É MUITO COMPLEXO. HÁ UMA MANEIRA DE MORRER E NA REALIDADE PASSAR A VIVER E EXPERIMENTAR UM "NOVO SENTIDO"! O PROBLEMA É ACHAR A SUA INSPIRAÇAO. SEI DE UMA PESSOA (SE NO CORPO NAO SEI SE FORA DO CORPO NAO SEI) QUE VIU COISAS ALEM DA NOSSA COMPREENSAO COISAS INEFÁVEIS! VOU DAR UM VISLUMBRE MORRA PARA SÍ MESMO(A) E PARA TODAS AS SUAS VONTADES COMECE DO ZERO POIS NO PONTO QUE ESTÁ JA NAO SABE MAIS O QUE É CERTO E O QUE É ERRADO SE ESTÁ DESGOSTOSO DA VIDA ENTAO ESTA NO CAMINHO DE ACHAR ESSE NOVO SENTIDO DE VIVER. O LIVRE ARBITRIO NAO EXISTE NA REALIDADE ESTE MESMO LIVRE ARBITRIO É UMA FARÇA!TODOS NÓS FALAMOS DO QUE CONHECEMOS E DAMOS TESTEMUNHO DO QUE CONTEMPLAMOS, SE A NOSSA ESCOLHA SOFRE INFLUÊNCIA DEVIDO AS INFORMAÇOES OU E A ESCOLHA DA MAORIA EM VOLTA ENTAO JA NAO TEM LIVRE ARBITRIO. UMA COISA EU DIGO A MUITOS QUE DARIA O MUNDO PARA CONTINUAR VIVENDO E MUITOS QUE DARIA TUDO PARA TER MAIS UMA CHANCE QUE SABERIAM O QUE FAZER PARA TUDO MUDAR...

    ResponderExcluir
  6. viver ou não é uma escolha;
    pra cometer o suicidio é preciso coragem. só sabe disso quem não quer mais viver.

    ResponderExcluir
  7. Não julgo quem comete suicídio ou quem tenta cometer...temos o livre arbítrio pra escolhermos viver ou morrer...não podemos julgar a dor ou desespero alheio que leve a tal atitude. Acho sim um ato de coragem, já pensei sim alguma vezes mas nunca tentei. Tenho um filho que amo muito e jamais cogitei em tentar. Mas passo por uma situação financeira tão extrema que ja pensei muito. Estava desempregada e meu marido ainda está, muitas dívidas e problemas. Mas me apeguei a ler a Biblia e me fortaleci. Por enquanto estou bem...

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

 
Copyright © QUERO MORRER. . OddThemes