Recentes :

O SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA

Drauzio – Você está se referindo freqüentemente aos adolescentes. Por que essa referência especial?

Alexandrina Meleiro – Porque a preocupação com eles é grande. Na última década, a Organização Mundial de Saúde registrou aumento importante no índice de suicídio em adolescentes, principalmente entre os meninos. Sabidamente, em pessoas mais velhas, o suicídio já era mais prevalente entre os homens do que entre as mulheres.

Drauzio – Por que o suicídio é mais prevalente entre os homens se a depressão é mais prevalente entre as mulheres?

Alexandrina Meleiro – O homem, em geral, tem mais dificuldade para procurar ajuda, é mais agressivo e usa métodos mais letais. A mulher tenta mais o suicídio, mas acaba conseguindo ser ajudada porque os métodos empregados são menos letais.
Por isso, é fundamental dar importância à depressão masculina. Muitas vezes, os homens recorrem ao uso de álcool e de outras drogas para aplacar os sintomas e agravam ainda mais o quadro. Neles, a depressão associada ao alcoolismo e ao suicídio assume proporções assustadoras.

Drauzio – Essa situação é muito complicada para os familiares. Os adolescentes são normalmente contestadores, irrequietos, às vezes demonstram crises de mau humor, de irritabilidade, começam a usar drogas e criam um problema ainda maior para si e para a família. Como separar o quadro depressivo daquele que é inerente ao uso de drogas? Isso não deixa os pais confusos e incapazes de identificar os sinais da depressão que podem levar ao suicídio?

Alexandrina Meleiro – Sem dúvida, deixa. No entanto, para nós psiquiatras, o fato de o adolescente recorrer ao uso de drogas já é um sinal de que não está bem. Talvez precise anestesiar-se, porque não está suportando as transformações com as quais se depara. Se nós não olharmos para ele - digo nós me referindo aos pais, médicos, professores, instrutores de academia, etc. – e não lhe passarmos a idéia de continência, ele não se sentirá melhor.

A sociedade globalizada exerce muita pressão sobre os adolescentes assustados com a escolha da carreira. Tanto os reprovados quanto os aprovados no vestibular passam por um período estressante e complicado e que pode desencadear mecanismos de irritabilidade. A pressão do “tenho que ser aprovado, tenho de ser perfeito” abala não só o adolescente, mas pessoas de qualquer idade.
Compartilhe no Google Plus

Nota : João Casmurro

Volte sempre.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

  1. eu sou uma adolescente de 16 anos e estou morrendo a cada dia que passa, pois me sinto esquecida por Deus, sei que ele me ouve mais nao entendo porque nao sou feliz se entrego minha vida a ele, e o que eu ganho so mais tristeza, sei que é egoismo meu querer que le me ouve mais se le me ama tanto porque me deixa aqui sofrendo, porque me faz amr algeum nao me ama e nunca vai me amar e quando quero esquece-lo eu sempre vejo ele e isso aumenta minha dor. Queria viver, so isso! E sem me lembra que ele existe mesmo ficando feliz com existencia dele pois nao teria sentido viver num mundo eu saberia que nunca iria esbarar nele, nso é possivel que o que eu vivi com ele e o que eu sofri com foi so um aprendizado, nao é possivel deve ter um proposito, tem que ter um proposito e eu vou esperar por isso, eu amo ele e nao acho certo me envolver com outra pessos pra nao fazer ela sofrer assim com eu sofro agora.

    ResponderExcluir
  2. É mt facil falar da vida dos outros sem saber o qe se passa , e sem procurar entender por qe eu to agindo de tal maneira . Cara , ninguem quer sofrer na vida . Adolecentes sempre são criticados pelos pais , pela família , pelos amigos , mas nenhum desse se poe no lugar dele . Sempre acham qe tudo esta em por que nada falta na vida dele , [ comida , pessoas qe amam , conforto , escla particular , etc ] mas nem só de pão vive o homem . Idiotas eles .
    Pra usn é mt mt mais facil viver nesse mundo injusto e cruel . Mas o qe eles precisam saber é qe tem gente qe tem mt dificuldade de viver , de encarar os problemas , e que dizer ' oi ' pra alguem é como atravessar um mar de fogo . Coisas simples se tornam um bicho de 666 cabeças , e quem nao tem força para encará-los [covardes , como chamam os suicidas ] se matam e depois niguem sabe o por que . Eu ja tentei me matar várias vezes, mas nunca consegui por que deus nao deixou . mas é melhor morrer do qe ficar com um sentimento de culpa , rejeitaçã , raiva , sofrimento , dor , sempre dentro de ti .
    julianamciel96@hotmail.com

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.