Recentes :

GOLEIRO DA ALEMANHA COMETE SUICÍDIO

A Alemanha deu neste domingo (15/11) um emocionado adeus a Robert Enke, que atualmente era goleiro da seleção alemã e do Hannover 96 e que se suicidou no dia 10/11/09, aos 32 anos, vítima de uma depressão influenciada por tragédias particulares e o medo de fracassar no futebol.

Mais de 45 mil torcedores, autoridades do futebol, representantes dos clubes europeus pelos quais passou e políticos encheram o estádio do clube ao qual o goleiro pertencia para se despedir de Enke.

"Robert Enke nunca mais voltará a esse estádio, local onde conquistou nossos corações. Não foi só seu sucesso que o fez ser tão popular, mas sim o homem, sua personalidade", disse o presidente do Hannover 96, Martins King, no início da cerimônia.

O caixão de Enke foi coberto por rosas brancas e ficou no centro do gramado. Antes do início da cerimônia, os milhares de fãs ficaram de pé e aplaudiram quando a viúva Teresa andou até o caixão.

Teresa, jogadores da seleção - do capitão Michael Ballack ao zagueiro Per Mertesacker -, o dirigente Oliver Bierhoff e o técnico Joachim Löw eram reflexo da dor na homenagem em memória do goleiro.

"O futebol não é tudo. Acima do rendimento está o ser humano", disse o presidente da federação alemã de futebol, Theo Zwanziger, que agradeceu a Teresa Enke por sua coragem, ao revelar à imprensa o drama que levou o marido ao suicídio. Enke se jogou na via do trem na terça-feira passada, nas proximidades de sua casa.

Teresa Enke disse que seu marido manteve a depressão em segredo porque tinha medo de que sua filha adotiva de 8 meses pudesse ser tirada do casal caso a doença viesse à público. A filha biológica do casal, Lara, morreu em 2006 por causa de um problema congênito no coração.

Em uma carta de despedida, Robert Enke se desculpou com a família e a equipe que o tratou por fazê-los acreditar que estava melhor, o que era "necessário para prosseguir com os planos de suicídio", disse Valentin Marsker, o médico responsável pelo tratamento. A doença de Enke não era conhecida pelos seus colegas de time e treinadores.

Robert Enke tinha uma boa chance de ser o goleiro titular da Alemanha na próxima Copa do Mundo, na África do Sul. Ele foi enterrado ao lado de sua filha Lara, em uma cerimônia particular.

A partir do Uol Notícias. Veja no original
Legenda: "Nós choramos por Robert Enke", diz a placa; mais de 45 mil pessoas foram ao estádio de Hannover para a homenagem em memória do jogador
Compartilhe no Google Plus

Nota : João Casmurro

Volte sempre.
    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.