14 janeiro 2011

A VERDADE TEM UMA APARÊNCIA MENTIROSA - Cecília Meireles

Clique na imagem para ampliar
Rio - 06/01/1936

Não quero que fiquem tristes com esta carta. Que adiantam, essas considerações? Eu, por mim, aceito tudo. Mas dôi-me o mal que o Fernando se fez. Às vezes, eu não acredito. Parece-me que estamos apenas à distância. Que ele chegará, logo mais. Mas eu o vi. E revolta-me estar viva, tendo-o visto assim. Ah! decididamente, não se morre de dor! Tive de vir para longe, com as crianças — pobrezinhas! Tomei um apartamento na praia, em Copacabana, onde se pode descansar um pouco entre a montanha e o mar. Estou sozinha com as pequenas, e uma amiga que me acompanhou em tudo isto. Mas sinto que necessito ficar ainda mais só. A solidão tem sobre mim um grande poder. Purifica-me. Exalta-me, interiormente.

Eu queria que ele ressuscitasse, para me explicar porque fez isto
(...) Estou com vontade de escrever agora um livrinho sobre a viagem'-'1. Talvez com um nome assim 'Lembrança-A A Raquel diz que gostava daquele "ar não se importa" do Fernando... Eu gostava do seu desinteresse por certas coisas; mas foi o "ar não se importa" que o matou. Ele viu a vida com uma simplicidade que ela não tem. Passou de leve pelos amigos, sem se dar conta. Dedicou-se aos que nunca o entenderam nem amaram, — apenas o aproveitaram. Por estes sacrificou muito. E nenhum deles agora me apareceu. Andou sempre um pouco longe da verdade -- porque a verdade tem uma aparência mentirosa, também. Teve tudo nas mãos. E não soube fazer nada com o que tinha. Eu queria que ele ressuscitasse, para me explicar porque fez isto. Porque eu o amei sobre todas as coisas, e não o entendi completamente, nem servi de nada. no único instante em que vale a pena servir a alguém.

Peço a V. V. todos que me desculpem esta carta imensa e triste... É como se estivesse conversando com v. v. todos, aqui perto. Escrevam-me quando puderem. Sobra outras coisas. Como antigamente. Façamos de conta que a vida é a mesma. Nem creio que venha a mudar. (...) Depois escreverei com mais vagar. Saudades a todos. Com a maior amizade,

1 Comentário:

Anônimo disse...

Ninguem sabe de nada! A única coisa que sabemos é da dúvida. E isso é apavorante? Continuamos existir depois de morrer? Já tentei o suicidio 7 vezes e em nenhuma delas morri. 2 vezes fiquei em coma profundo. Não vi luz ou qualquer coisa. A única coisa que posso dizer é que a paz é imensa (pois não senti nada). Voltar e rever as pessos foi horrível. Fui tirada do paraíso. Em razão das tentativas de suicídio tenho pequenas sequelas neurologicas, mas nada grave. A sensação da morte é tão fantástica que continuo tentando me matar (foram os únicos bons e verdadeiros momentos que tive). Li neste site que uma pessoa tentou ficar sem comer e beber. Tentarei fazer isto, mais acho que será difícil (pois o sofrimento deve ser grande) e não sei se aguentarei. Mas mereço conseguir! Mereço morrer! Já sofri demais!

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

Confira outros artigos

2leep.com

FÓRUM

Desisti do suicídio

Deixe aqui seu depoimento. Ajude pessoas que sofrem da mesma agonia a entender como é possível deixar o lado negro da vida. Participe.

Pensando na morte
Fale francamente. Se você pensa na morte muito mais do que na vida e não vê uma saída para seu desespero, para sua dor e para sua solidão, porque a morte lhe parece uma solução? Participe

AJUDE A MANTER ESTE ESPAÇO

A REDE QUERO MORRER não é vinculada a qualquer entidade pública ou privada e nossa página é mantida por voluntários. Não veiculamos anúncios até outubro de 2012, mas as doações se mostraram insuficientes para manter as despesas de manutenção. Saiba mais.

A Morte

A Morte
Quando passamos a pensar na morte como um amigo próximo e querido... Um "amigo" que jamais será amado, mas que nos acompanha dia e noite. Um amigo que precisamos conhecer melhor... (clique na imagem)

O sentido da vida

O sentido da vida
Todos já nos pegamos, ainda que uma única vez, pensando no sentido da vida. Na dinâmica dos acontecimentos e no papel que cada um tem (ou não) diante da própria jornada e das pessoas que estão à sua volta. Pois, você sabe ou pensa que sabe ?! (clique na imagem)

Tristeza

Tristeza
Hoje amanheci com uma dor no peito e uma agonia indisfarçável. Não tenho vontade de fazer nada. Não tenho mais vontade de viver. Estou triste e gostaria de ficar sozinho. Só não sei se este é um caminho sem volta... (clique na imagem)

  ©QUERO MORRER - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo