NUNCA ACREDITEI QUE UM AMOR PODE FERIR

A vida é realmente intrigante... Eu nunca acreditei realmente em amor eterno, nunca levei suicídio a sério, sempre que ouvi dizer que alguém havia se suicidado por amor eu pensava: "que atitude precipitada". Enfim, sempre fui muito cético quanto a sentimentos, sempre pensei que quando meu casamento acabasse eu encararia a situação com naturalidade e que eu acabaria tendo que consolar minha ex-esposa. Mas a vida guarda os segredos mais profundos do coração.

Só percebi que algo estava errado quando me vi num sábado a noite em casa, sozinho, com uma caixa de calmantes numa mão e uma garrafa de whisky na outra...

Logo eu que nunca acreditei que um amor pode ferir. Agora simplesmente não consigo viver sem o amor da minha esposa. De repente eu vi que eu não tenho vontade de viver, eu vivia por ela, em todos os meus planos lá estava ela, toda vez que eu pensava no futuro, lá estava ela.

Meus planos sempre foram terminar a faculdade, conseguir um bom emprego e ter um salário bom, mas agora eu vejo o motivo, para dar a ela uma vida confortável.

E agora, assim de repente, ela sai da minha vida e me deixa sozinho com os nossos planos.

Sempre imaginei o dia em que teríamos um filho, esse sem dúvida seria o dia mais feliz da minha vida! Estava tudo praticamente planejado, eu terminando minha faculdade e ela também, terminaríamos no mesmo ano, e logo no ano seguinte já encomendaríamos o nosso bebê.

Mas agora.... já nem sei o que fazer semana que vem.

Pior que essa dor, é a voz que fica martelando na minha cabeça: "acaba com isso cara, termina com esse sofrimento, você não precisa sofrer assim!"

Eu tento lutar contra, mas não sei até quando eu vou aguentar, pois a cada dia que vejo que ela está mais distante de mim, a minha vontade de viver diminui, a vontade de lutar se esvai, os planos não fazem sentido, a vida perde a graça.

Logo eu que nunca acreditei em amor eterno. Logo eu que nunca chorei. Logo eu que nunca pensei em como seria viver sem ela.

T.A.R.
Depoimento na Comunidade Q.M.
Imagem: por mindfulness

Compartilhe:

5 comentários :

  1. tambem me sinto assim. Uma dor profunda que nao se consegue explicar.. e por mais estranho que parece nao quero que esta dor desapareça.. sinto-me achonchegada pela dor e quero que ela permaneça assim para sempre. E sinto-me cansada da vida..

    ResponderExcluir
  2. Meu amor me deixou e roubou minha identidade. Não sei mais onde estou ou o que é a realidade. Foi embora e levou meu filho, mal posso vê-lo. Sinto-me do mesmo jeito que você, mas eu já tinha um filho de dois anos.

    ResponderExcluir
  3. eu acabei de perder um filho que tanto amava nao acreditava que este dia chegaria estou pasmo com minha ideia de esquecer tudo iso abateram meu filho como um animal so si pasaram 20 dias nao sei ainda o que fazer para aceitar iso estou bebendo todos os dias sei que nao vai resolver os poblemas mais consigo dormir mais quando acordo vem tudo na mente nao vi este fato macabro mais quando acordo vejo ele pedido socorro ate mesmo implorando para viver hoje mi sinto uma pessoa amarga hoje mi vejo pedindo socorro

    ResponderExcluir
  4. Ele levou meu coraçao e me deixou apenas com a dor...estou vazia.Nao queria ver mais o rosto de ninguem

    ResponderExcluir
  5. quero morrer porque nunca me senti tao mal todo dia eu disculto com minha mae tiariamente eu tenho uma amiga qui e quase uma irma eu vui peti ela enamoro ela reculsou eu fiquei muitomal agora eu quero mim matar auquem me ajuta meu facebook SILESIO PEREIRA

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

 
Copyright © QUERO MORRER. . OddThemes