MEU PROBLEMA É INCOMPETÊNCIA SOCIAL

"Eu realmente estou no fundo do poço, mas não necessariamente queria morrer.

Queria ser um fantasma, um espírito, para poder vagar pelo mundo e aproveitá-lo sem a necessidade de interagir com humanos. Desde sempre fui incompetente nisso. Nunca sei como agir, sempre queria me afastar, e nunca gostei das pessoas em geral. Mas o pior é que, na condição humana, sempre sentia a necessidade de fazer parte de um grupo, de socializar.

Como um espírito, isso não seria necessário. Poderia me livrar desses sentimentos que tanto me atrapalham e deixar minha mente livre para fazer o que ela gosta: observar. O mundo é tão belo, o universo tão cheio de possibilidades. A natureza, os seres vivos, a dinâmica da vida.

Morrer significaria parar de sofrer junto à humanidade, mas também significaria abrir mão de todo o resto. Ultimamente minha vontade de morrer tem crescido assustadoramente. Inclusive, faz uma semana que tive uma tentativa mal sucedida. Mas eu não queria isso. Queria apenas me livrar das limitações que esse corpo impõe. A minha alma nesse recipiente só encontrou barreiras e imposições que a fizeram sofrer. Minha mente está uma desgraça, e comecei a perder memórias.

Quero ficar livre.

Alguém sabe como consigo?"

Compartilhe:

3 comentários :

  1. Pessoa em primeiro lugar estou muito impressionado com seu texto pois nestes meus 29 anos de idade eu nunca vi ninguem que tivesse a mesma vontade de morrer e me afastar dos humanos e simplesmente apreciar o mundo e tal. mas o unico problema é que a unica forma comprovada q temos de fazer isso é vivos... kkkkk nao tem vida apos a morte nao , nao existe esse lance de espirito nao, seria bom demais pra ser verdade. eu sempre quis ser um fantasma e poder me locomover pelo mundo inteiro , passar por portas , ver mulheres tomarem banho e tal , fazer tudo q um fantasma gosta de fazer. mas descobri com meus amigos isaq newton, tomas edison , napoleao bonaprte e albert eisten q nao existe nada desse lance de religiao nao, é tudo materia e depois q morre acabou, ja era, escuridao total sem reflexao. o vacuo mental total. ai eu desisti de morrer por causa disso, eu prefiro sofrer pra baralho aqui na terra e pelo menos dentro de casa , morando sozinho e lonje de todo mundo pelo menos umas 10 horas por dia ja ta de bom tamanho, tipo assim pensa comigo , vc sai pro trabalho as 8 da manha e segura a barra ate umas 17 horas mais ou menos , da pra ser feliz das 18 ate as 23 e tal e nos fins de semana da pra passar o dia todo sozinho e feliz. acho q vale a pena sim, é claro q continua sendo uma merda né , mas enquanto nao ganhar na mega sena tem q ser desse jeito
    espero ter ajudado abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá, me identifique com seu texto, tb sou assim, não quero morrer, nem sofro de auto-piedade, mas tb não gosto das pessoas, me incomodando com seus problemas, seus interesses banais, etc. pelo que entendi, vc gostaria de ser um asceta, vc poderia ser livre das pessoas e observar o mundo, acho que vc busca mais que o mundo, vc busca uma resposta, uma coisa que não se encaixa com as pessoas, trabalho ou lazer, um significado. Tb sou assim, há algum tempo fui atrás da minha resposta, de certa forma encontrei, mas isso tb me deu muitos desafios, mudou minha vida, não para melhor, apenas mudou, se for teu destino conhecer estas coisas elas se mostrarão para ti, então tú poderá libertar-se das trevas da matéria, não necessariamente morrendo, mas buscando algo maior, isso tb não é prova de sucesso, seja um asceta, como este sentimento nasceu em vc de maneira autêntica, talvez esta seja tua verdadeira vontade.

    ResponderExcluir
  3. Sim. Seria incrível, estar livre finalmente!
    Eu não quero morrer também, só quero a liberdade. Hoje o único canto em que sou livre pra isso é na internet. É onde eu posso brincar com as palavras sem ter que está em contato direto com os outros. Onde posso me expressar. A ideia de cometer suicídio já virou minha companheira. Mas eu tendo a esquecer quando estou lendo ou escrevendo... É como se eu não existisse. Como se fosse só os personagens e eu pego carona nos seus sentimentos, já que dos meus próprios tenho poucos. Já não vivo para lá fora. Só para aqui dentro.
    Hoje eu vou ter que conversar com a minha mãe. Eu deixei de ir para a escola, nem sei o por que. Difícil vai ser explicar que eu não vou a canto nenhum. Que eu fico só em casa. Tenho quase certeza que ela vai me tirar o computador e isso vai ser o mais triste para mim, essa é minha rota de fuga.
    Talvez eu deva me matar de uma vez.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

 
Copyright © QUERO MORRER. . OddThemes