O QUE FAZ A VIDA PARECER SEM SENTIDO ?

"O que faz a vida parecer tão frequentemente sem sentido a uma pessoa?" Esta é uma pergunta que você já pode ter se feito durante algum tempo, ou que esteja se fazendo agora... O que para os pássaros é a muda - época em que trocam de plumagem, os tempos difíceis -, a depressão é para os seres humanos. Talvez tenhamos um conceito muito negativo desta que se tornou a doença do século XX. Por isso, gostaria de propor-lhes uma visão diferenciada, um outro modo de encarar o que para nós possa ser sinônimo apenas de fracasso. Acredito que muitos frutos podem ser colhidos nesse tempo; lembro-me agora de algumas frutas próprias do inverno e de como alegram os dias chuvosos e sombrios. Passada essa época, permanece a lembrança, não das chuvas e do frio, mas dos frutos da estação.

Porém, antes de falarmos mais sobre este assunto, é imprescindível estabelecer a diferença entre a depressão de caráter endógeno e a depressão decorrente de lutas e angústias, que também podemos chamar de psico-espiritual. Esta definição é necessária, pois o nosso objetivo é tratar apenas desta.

As depressões endógenas, podem ser desencadeadas por um fator psicológico, mas são condicionadas bioquimicamente e até hereditariamente alicerçadas. Nesse caso, é preciso uma farmacoterapia adequada e acompanhamento médico. Pode acontecer, inclusive, que esse tipo de depressão não esteja vinculado a nenhuma crise pessoal ou estressor social. Por exemplo, uma pessoa depressiva que traz em sua história familiar a depressão em gerações anteriores, ou que apresenta um déficit de serotonina, quando está livre da crise, consegue dedicar-se ao seu sentido de vida. Mas existem também os casos em que os dois tipos de depressão vêm juntos.

Vejamos agora o que é a depressão psico-espiritual, que tem acometido tantas pessoas, independentemente de faixa etária, nível sócio-econômico, profissional e religioso. Segundo Victor Frankl, psicoterapeuta existencialista, essa depressão é causada por um vazio existencial, decorrente de uma falta de sentido de vida, podendo ser encontrado por trás de uma vida profissional excessiva, no refúgio de uma atividade desportiva, na fuga para o mundo dos romances ou televisão, nos fenômenos psicológicos de massa, no decaimento psicofísico dos aposentados, na necessidade de nunca se deixar descansar ou na febre de novas ações e novas experiências. Esse vazio não chega a ser uma enfermidade, salvo quando acompanhado por sintomas na dimensão psicofísica, mas provoca um quadro depressivo - apatia, desânimo generalizado, desinteresse por tudo ao redor, podendo causar inclusive o suicídio -; adição - desespero frente ao tempo, corre-se atrás de um relógio, sem nunca parar, com receio de enfrentar seu próprio vazio -; e agressividade - pode ser explícita, como a que vemos tomar as manchetes de jornais de todo o mundo, e implícita, presente nos relacionamentos, nas discussões no trânsito etc.).

Pronto! Agora que você já sabe do que se trata a depressão, podemos voltar a falar de um assunto mais interessante: do inverno e dos frutos, dos pássaros e suas plumagens... Você já havia pensado na depressão como algo assim? Olhando-a desta maneira, não nos parece tão terrível, não é mesmo?!

Muitos de nós consideramos a depressão um tempo sombrio, uma página vergonhosa de nossa história, uma doença que aleija a alma. Difícil considerá-la um tempo de crescimento, de maturidade, de transformação... Será por causa da pergunta que se faz? Aquela acerca do sentido da vida? Afinal, reconhecer-se confuso, admitir que o mundo não lhe satisfaz, que a felicidade é simples, que o trabalho não lhe preenche, não é lá muito fácil! É preferível não mexer nisso, vestir o luto e ver no que vai dar. Sim ou não?! Não! Vejamos o porquê: a depressão enquanto condição humana, se bem orientada, deve conduzir o ser humano à tomada de consciência da sua própria vida e do seu sentido último (nada de fugir de si mesmo!). Quando isso acontece, estamos falando de maturidade espiritual, uma vez que é reconhecida a necessidade de orientar-se para algo que o transcende, para uma missão a realizar e/ou uma pessoa a conhecer e amar. Isso é próprio do ser humano, é uma lei inscrita em seu coração, não dá para negar esta verdade!

Consideremos, então, a depressão uma prova. A crise consiste em admitir que se está vazio e que é preciso encher-se; que se tem sede e precisa-se de água, e para isso é preciso romper com muitas coisas. Se conseguirmos entender a depressão desta forma, aceitaremos que possa haver um Deus e que todo o vazio será ocupado por sua presença que se encarregará de dar sentido à nossa vida.

Termino com uma citação de Santa Teresinha, intercedendo a Deus por você que passa hoje por esta dor. Não esqueça: Ele não nos prova acima de nossas forças!

Compartilhe:

13 comentários :

  1. A perda da minha filha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca perdi um parente ou algo do tipo mais queria dizer que apesar de tudo ela esta em um lugar melhor

      Excluir
  2. A Vida não tem um sentido, nós os inventamos para preencher um vazio... mas já que um dia morrerei mesmo, vou esperando que o tempo me traga esse presente.

    ResponderExcluir
  3. A Vida não tem um sentido, nós os inventamos para preencher um vazio..Frase perfeita.Descreve oque eh a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. A vida resume - a nada.

      Excluir
  4. Concordo a vida nao tem sentido nos que achamos algo para ocupar este espaco entre vida e morte. . .
    Neste mundo com bilhoes de escolhas a fazer,faca algumas e isto sera o sentido do seu "viver"

    ResponderExcluir
  5. Qual o sentido quando se sabe que se vai morrer?Ou ver alguém morrendo e não poder fazer nada?A vida é uma bosta!

    ResponderExcluir
  6. O texto a cima até que é bom mas alguém tem sempre que envolver esse nome chamado Deus, isso é tudo invenção quem alguém inventou como uma desculpa para não de sentir só, achar que Deus é a resposta para tudo é uma grande ilusão.

    ResponderExcluir
  7. Eu. To. Perdido. Nas. Drogas.desde. os. 13. Anos. Hoje. Com. 38. Vejo. K. Minha. Vida. Náo. Tem. Sentido

    ResponderExcluir
  8. Que tédio de vida, se tivesse coragem me suicidaria pois sempre tive um pensamento de que não pertenço a esse mundo.só estou aqui porquê infelizmente um dia meus pais se encontraram se conheceram e se casaram, até que em um infeliz dia eu nasci.espero nunca ter filhos pois não vale a pena colocar uma vida nesse mundo louco!!!

    ResponderExcluir
  9. Eu acho, acredito que quando se tem alguém que nos ame de verdade, que nos dê carinho, o resto a gente consegue. Para mim a vida sem amor não faz o menor sentido, não tem porquê, nem prá quê.

    ResponderExcluir
  10. tenho vergonha até de publicar. expor-se não vai resolver

    ResponderExcluir
  11. sobre a minha relação ouve traição eu nao consigo perdoar fica dia noite .chorando pensado no que mulher que ficou com ele durante 3 meses me falou ...casamento de 26 anos ..tenho magoa tao grande não sei se mais ruim ter nojo dele ou odiar .porque sinto dois .não sou mulher dependente dele nunca me deixou trabalhar ..me sinto lixo .mulher que ele me traiu é louca suja drogada ..nao entendo como ele foi ficar com mulher dessa sendo que sou mulher sincera limpa dedicada honesta ..super mais ..ele era homem honesto agora depois de 26 anos veio fazer isso comigo ...minha vida acabou .penso ate tirar minha vida ..por viver com esse agonia ..eu não sei tirar de minha mente não consigo porque gosto das coisa corretas ...nunca aceitaria traição sou mulher de opinião forte prefiro morrer do perdoar ...foram 3 meses de traição..ele nega separar nao quer ..mas porque então fez isso comigo se diz me amar tanto ...traição escolha ele escolheu ..mas achou que eu não iria descobrir ...estou cansada não aguento mais viver assim ...terá que eu dar fim na minha vida ..acho que melhor solução só assim vou esquecer

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

 
Copyright © QUERO MORRER. . OddThemes