Recentes :

SUICÍDIO, A FALSA SOLUÇÃO

Os vídeos abaixo foram elaborados pelo Projeto Espiritizar, que faz parte da Federação Espírita do Estado de Mato Grosso, e tem como objetivo desenvolver produtos de divulgação da teoria espírita. Nas quinze aulas a seguir, o tema escolhido foi o suicídio, encarado pelos espíritas como uma "falsa solução" para os dramas da vida. Segundo o escritor Alírio de Cerqueira Filho, que está lançando o livro "Suicídio - Falsa Solução!" (EBM Editora), "o suicídio nunca será a solução para mal algum, simplesmente porque a morte não existe".

"Pode-se matar o corpo a qualquer momento, para isso basta utilizar o livre-arbítrio, contudo jamais a pessoa conseguirá aniquilar a própria vida, pois esta não reside no corpo, mas sim no Espírito que é imortal", afirma. Neste livro, o autor pretende mostrar que a morte não existe e que o suicídio é uma falsa solução. Ele defende, ainda, que é importante a valorização da vida e a utilização de todos os recursos para praticar o amor, única forma de encontrar o sentido existencial e superar todo e qualquer sofrimento presente na vida.


















Compartilhe no Google Plus

Nota : Editor

Volte sempre.
    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.