Recentes :

DEPRESSÃO: CUIDE-SE PARA VOLTAR À VIDA

Eu já tive depressão profunda, a ponto de não ter forças para levantar da cama,depressão clínica diagnosticada por médicos e tratada,porque do contrário eu não estaria aqui teclando essas letras. Quem tem depressão, segundo diz a medicina,a tem pela vida toda porque atualmente  é um problema crônico. Então eu Tenho depressão;mas não estou depressiva, e não sou louca como muitos definem a loucura, embora eu mesma me defina como não muito normal. O que quero dizer é que quem tem depressão não é afetado nas faculdades mentais, só que uma crise depressiva é algo que eu não desejo para a pior pessoa do mundo.

Não pense que depressão é estar muito triste, não é, embora a tristeza profunda seja uma característica dos sintomas. Eu costumo usar uma comparação que li uma vez e achei muito apropriada: "A diferença entre depressão e tristeza é a mesma entre um raio e uma faísca". Acho que dá para definir bem. Então, se você tiver algum amigo deprimido, por favor evite aquelas máximas de dizer que a pessoa tem que lutar para sair dessa, que seja forte,que vá passear. Se você gosta dessa pessoa, ouça-a se ela desejar falar, e dê um jeito de se possível levá-la a um médico.

Depressão se trata com medicação, terapia, mas numa fase de crise costuma ser necessário remédio mesmo para equilibrar a química do cérebro. Aí é onde mora o problema, muitos inclusive o deprimido costumam ter preconceito com o termo "tarja preta" que define remédios controlados, ou psicotrópicos. Psiquiatra, então nem se fala!

É "médico de louco"! Não precisa esperar ficar louco para consultar um psiquiatra,pode ir antes...rsrsr E acredite, ajuda e muito!

Sim eu confesso, já consultei psiquiatras, já usei remédios tarja preta, mas não precisa ter medo: eu não rasgo dinheiro (até porque eu não tenho) não mordo, e não costumo babar nem espumar. O motivo de estar escrevendo isso é quem sabe ser de ajuda para alguém que esteja vivendo um período de profunda aflição mental,com inúmeros sintomas físicos,ansiedade, e tantos outros sentimentos conflitantes sem entender porque. Não se sinta preguiçoso pela fadiga e falta de energia, não fique dando ouvidos a gente que não entende de fato do que fala. 

Depressão é um problema sério, a ponto de levar alguns ao suicídio, mas há esperança, e tratando corretamente a gente recupera a vontade de viver. Não seja preconceituoso, vá a um psiquiatra, se necessário tome os psicotrópicos prescritos por ele, cuide-se para voltar à vida. Porque por mais improvável que pareça numa fase de crise,há vida após a depressão! E sendo devidamente diagnosticado o problema, devidamente tratado, a gente aprende a usar as armas contra o nosso monstro. E passa a conviver com ele de forma a manter uma certa distância, controlando a situação na medida do possível.

Caso esteja vivendo uma situação de tristeza prolongada, falta de energia, desmotivação pra tudo, dor física inexplicável, busque ajuda médica, porque talvez você esteja com depressão. Cuide-se, trate-se e sobreviva da melhor forma possível. Cada pessoa acaba achando suas ferramentas de lidar com a situação, porque cada ser humano é ímpar. Busque coisas de que gosta, que lhe façam bem,cerque-se de amor. Principalmente amor próprio. E se você não sabe o que é depressão, agradeça a Deus por isso, mas na dúvida sobre o que dizer a alguém depressivo não diga que "entende",se não souber o que dizer não diga nada. Mostre à pessoa que se ela precisar, estará disponível e que é amigo de verdade, porque nessas horas... A gente descobre que está bem sozinho. E uma amizade genuína é uma verdadeira cura!

Elenite Araujo
Compartilhe no Google Plus

Nota : Editor

Volte sempre.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

34 comentários:

  1. Não quero voltar a vida quero morrer

    ResponderExcluir
  2. Eu não consigo nem me olhr no espelho. Eu desejo a morte mais do que qualquer coisa. Nada me faz ter vontade de viver, não consigo ficar feliz com "nada". Tudo que peço na hora de dormi é não acorda!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu não tenho mais forças, queria nunca ter nascido! :(

    ResponderExcluir
  4. Eu não tenho animo para fazer nada e essa semana vai ser a terceira semana que eu não vou para o colégio e o pior é que eu estou no último ano do ensino médio e quando eu me olho no espelho eu me acho um lixo de garota e o que eu mais quero é morrer não aguento mais conviver com os meus irmãos eles são muitos chatos e só sabem me irritar e debochar de mim porque sou um pouco gaga sabe eu gaguejo aí ela fica me imitando achando graça aquela chata e morte me leva logo não aguento mais e também eu tenho insonia nem durmo direito.

    ResponderExcluir
  5. eu ja tive uma depresão que me levou ao fundo do poço hj eu tento ser fliz mais as vezes vem ela de novo a minha vontade é de novo morre sera que eu estou entrando de novo em depresão nossa tem dia que eu estou maluca coisa que eu nunca fis eu hj estou fazendo estou bebendo de mais bebo para ve se eu fico feliz para as p3ssoas ve que eu estou bem mais no fundo,no fundo mesmo não estou sera que eu devo proucura um medico novamente? algem pode me dizer

    ResponderExcluir
  6. Ja tenho meu suicidio planeado!!Vai ser agora na Pascoa.

    ResponderExcluir
  7. Minha familia é um contante problema, vi muitos anos meu pai bater em minha mãe e ela nuca se sepaou por medo de passarmos dificuldades, me casei e tive um casameto fracassado me separei depois de 16 anos ja me tratei e depressão porque ainda não aceito não ter sido feliz com meu ex com minha filha ela tem 15 anos,voltei a casa de meus pais para ter apoio e eles são estranhos demais não aguento viver deste jeito cheio de regras absurda, não tenho apoio emocional penso em morrer sempre.tenho 33 anos e desde meus 15 quero morrer. socorro só quero descansar em paz sem pensar em mais nada!!!

    ResponderExcluir
  8. Entrei em depressão, deixei de dar atenção que minha esposa precisava e levei um par de chifres. Ela me contou, pois queria se separar. Imediatamente mudei minha atitude com ela, a forma como trato ela. Porém junto com isso, agravou muito aquele estado depressivo. Estou inseguro, com medo que ela me abandone ou que arrume outro outra vez. Ela sempre disse que jamais, sob hipótese alguma me trairia e eu confiava demais nela. A traição, o fato dela ter me traido, se mostrado alguém diferente de quem eu confiava e amava acabou comigo. O assunto traição ficou martelando na minha cabeça por cerca de 25 dias. Faltam 1 dia para completar 30 dias que ela me contou. Choro muito, sinto-me feio e cada vez que ela diz que quer dormir, me sinto rejeitado, mais feio e desprezível. Ai vem a vontade de morrer, já cheguei a planejar como fazer, mas não posso ir agora, sem ajeitar um monte de coisas por aqui primeiro. Depois que ajeitar esse monte de coisas, não terei, muito provavelmente, motivos para morrer. De qualquer maneira, temos uma filha de quase 2 anos e estou aqui, na Terra, tentando me manter firme e forte por ela e por minha esposa (que amo muito, apesar da dor que ela me causou).

    A parte dificil é combater a insegurança, o sentimento de rejeição e aquele pensamento estúpido que diz que se fosse para me trair, voce daria jeito de fazer e ter vontade.

    ResponderExcluir
  9. Eu me sinto muito triste, confuso, coagido. Não vejo solução para os meus problemas. Esta noite não consegui dormir, estou com sono, porém, não posso dormir, pois só é possível dormir à noite na casa em que moro de favor. Não tenho mais sossego, não tenho mais paz, todos estão contra mim... Por favor, ajude-me.

    ResponderExcluir
  10. O que o texto diz é verdade. Acabei de sair de uma crise depressiva, que foi ainda hoje. Vou tentar melhorar, fazer valer a pena. (Agora quando estou pensando nisso, parece que meu humor mudou da água para o vinho.)

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    sou portuguesa mas acabei achando o blog e li todos os comentários...
    desde que me lembro que penso em suicidio. desde os 2 anos tive excesso de peso e aos 13 anos pesava 130kg...nessa altura parecia feliz, pelo menos para a minha familia! Era mentira! toda a adolescencia é dificil, agora imaginem como eu me sentia...era muito boa aluna, muito amiga dos meus amigos, estava sempre pronta a ajudar. Era assim para toda a gente de fora...Mas, no meu interior sempre senti muita tristeza, sempre fui gozada, inclusive pela familia. Minha avó passava a vida a pedir para emagrecer mas isso nunca aconteceu...até ao dia da sua morte. Ela morreu precisamente quando eu tinha 13 anos e foi aí que decidi cumprir a promessa que lhe fiz de emagrecer e ser "normal". Sozinha, deixei de comer e comecei a levar uma vida de farsa...Na escola, sempre boa aluna, em casa a fazer dieta direitinha...todos achavam que estava melhor...mas eu ia morrendo aos poucos. Ficava feliz a cada quilo perdido mas no fundo nunca me contentei com o que já tinha perdido, queria sempre mais. No verão passava os 2 meses de férias na cama, com antidepressivos e medicamentos para dormir. Eu acreditava que fechada no quarto era mais fácil não comer e emagrecer mais. Fechei-me para todo o mundo, não vivi a adolescencia, não sai com os amigos, não tive o apoio da familia como era devido, não namorei nem nunca me senti feliz. Com 16 anos estava 50Kg mais magra mas ainda hoje com 24 anos me sinto lixo. Sou extremamente timida e sensivel, acho sempre que todos olham para mim devido à gordura...Acho que nunca me irei aceitar com este corpo porque nunca cheguei a ficar como eu idealizava (perder muito peso rapidamente fez com que ficasse com muitas peles e deformada...). Porém continuei sempre com mais ou menos sorriso e tirei curso superior...Com a crise em Portugal não consegui emprego. Fui para o Brasil (povo que eu adoro) mas não consegui visto...Voltei para portugal e só quero desaparecer...Não tenho nada que me prenda aqui à terra, sem trabalho, sem vida social, sem namorado, sem dinheiro... já procurei ajuda no passado mas psiquiatras enchem-me de medicamentos e não resolvem o problema. Penso que no Brasil existem mais grupos de ajuda do que aqui em Portugal, tenho pesquisado por relatos de ex-obesos que se sintam como eu, para me ajudar mas não tenho conhecido ninguém...Sabem se existe algum site ou blog sobre isto? Acredito que não sou a única mas neste momento, como toda a minha vida, sinto-me sozinha...
    desculpem o desabafo. Muita força para todos!
    su

    ResponderExcluir
  12. Não sei mais o que fazer,os remédios não me ajudam, minha tentativas suicidas nunca dão certo. Eu sou tão inútil que nem me matar consigo. Não aguento mais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Sinto tanta vontade de morrer de me apagar acho que só estou viva ainda pq tenho minhas filhas aqui,mais tenho até medo porque tem dias que eu fico louca para acabar com minha vida,eu me si nto tão sozinha tão triste,sinto tanta dor de cabeça todos os dias,eu sinto vontade de ficar sem sair de dentro do meu quarto,e não quero ver ninguem,nem mesmo as minhas filhas,eu quero morrer todos os dias,ninguem sabe desta minha vida misseravél a não ser as minhas filhinhas que só me verem chorando todos os dias,um dia eu fui tão feliz e acabou e agora to tão sozinha tão triste..não vejo mais saida para mim....

    ResponderExcluir
  14. Nossa,acho que isso não passa ,sabe...eu tinha sonhos,mas eles são tão improváveis que se despedassaram.Eu só queria que toda essa desperança,essa angustia esse troço estranho passasse.As vezes eu me imagino me afogando,me cobrindo com aquela água gelada,sendo levada para as profundezas.Na verdade,eu só queria poder recomeçar tudo.

    ResponderExcluir
  15. É possivel melhorar. Procure ajuda para si mesmo. Não fique pensando. Faça AGORA!!!

    ResponderExcluir
  16. Eu to exausta ja tive depressao e to sentindo os mesmos sintomas de aantes eu queria mto que alguem m intendece

    ResponderExcluir
  17. Há muitos anos sofro com a depressão.meus filhos são prejudicados, pois não tenho ânimo nenhum para ficar com eles. Passo dias na cama, levantando apenas para ir banheiro. Meu Deus!'isso não é vida!!!

    ResponderExcluir
  18. quero morrer tou sem animo choro o tempo todo

    ResponderExcluir
  19. Não consigo comer. No consigo sair da cama. Não consigo. Estou muito fraca. Estou muiti triste. Me isolei, me escondi, me silenciei. Não sei se quero sair dessa situação. Na verdade eu só queria acabar logo com isso mas algo me mantem viva por algum motivo. Eu só queria dizer a vcs que independente do que acontessa amanhã, comigo ou com vcs, eu queria dizer que Deus é contigo, não desista e leiam por favor Salmos 143 pois esse salmos já salvou a minha vida uma vez. Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  20. Ficai surprendida com cada um dos comentarios escritos tenho 17 anos e me mudei para a frança já faz um ano desde ai os meus " niveis" de alrgria têm andado baixo estou de ferias e nada nem ninguem me consegue animar quando falo para os outros pareçe estar tudo bem ,mas quando ficou sozinha comigo mesma pareçe que nada vale a pena .
    Não chegou ao ponto de me querer matar, pq ja soube o quanto foi bom viver e quero voltar a ter a mesma alegria de antes e vou batalhar bastante por isso custe o que custar.
    E já comecei a batalhar ao escrever aqui o meu desabafo é daqui que vou dar o meu primeiro passo para voltar a ser f

    ResponderExcluir
  21. Só quem teve sabe o que é. É uma dor que você acha que nunca vai passar. É pior que dor física, não dá vontade de viver, e viver é uma condenação. A gente não tem esperança. Dá angústia profunda, é ruim.

    ResponderExcluir
  22. Estou tão triste que não dá vontade nem de escrever!

    ResponderExcluir
  23. Estou tendo mais uma crise de depressão, mas assim como das outras vezes, sei que também vai passar. Mas não é fácil. ...cada minuto parece uma eternidade. Já marquei médico e amanhã mesmo começo na academia. .....quero melhorar logo, pois adoro viver !!!

    ResponderExcluir
  24. eu nao sei se estou com depressao,mas sei que nao suporto mais a ideia de viver... tenho namorado,um namorado perfeito por sinal,amo ele muito,minha familia me trata bem,tenho a melhor familia do mundo,por isso nao consigo entender o porque dessa tristeza,o porque de nao querer mais fazer nada,o porque que nao consigo mais ser uma garota normal...eu amo muito a Deus mas infelizmente as minhas atitudes fizeram eu me afastar Dele,nao consigo mais Buscá-lo,nao consigo...eu todos os dias penso em uma maneira de me matar,penso em como e quando vou fazer isso... eu queria entender o porque de estar assim,eu nao entendo tava tudo tao bem,eu estava feliz,a minha vida parecia perfeita,mas de uma hora pra outra tudo mudou... preciso de ajuda mais nao sei aonde encontrar,nao quero que ninguem saiba que to assim,nao quero ser peso pra ninguem... SOCORRO!

    ResponderExcluir
  25. simplesmente n acho mais motivos para viver e em toda minha vida nunca achei, acho que ,por ingenuidade minha, pensei q isso fosse passar.Sempre desconfiei daquele ditado 'Deus só te dá o q vc pode suportar' , porque eu n aguento mais viver

    ResponderExcluir
  26. Espero que todas as pessoas dessa seção de comentários tenham conseguido sobreviver...é muito triste pensar que só existe eu tentando superar a depressão..não quero ser sozinha, não consigo mais

    ResponderExcluir
  27. A questão é que a gente se sente mal o tempo todo. Ás vezes até me sinto um pouco melhor, parece que de repente tudo fica claro na minha mente e me alegro, mas minutos depois já estou mal e mal. As pessoas acham que é apenas a dificuldade de lidar com fatos que se sucedem, mas não. Quando você chega ao ponto que eu cheguei de tanta dor no peito, tristeza desenfreada, palpitação no coração, ansiedade, fobia social, com certeza aconteceu algo bem sério para você estar assim. No meu caso nem mil anos vai apagar isso da memória e então se a vida vai seguir assim, sem que nada mude a morte se torna algo bem atrativo, principalmente quando o que e atormenta não está no espaço físico, mas dentro da sua mente o tempo todo.

    ResponderExcluir
  28. Hoje não sai da cama ainda nem tnho vontade tnho uma tristeza enorme,não como e só durmo com remédios, só Deus pra nos ajudar!

    ResponderExcluir
  29. Tbm tenho tristeza isso é normal as vezes nos entristecemos mas ficar triste por muito tempo aí não dá né quem aguenta...hoje foi um dia difícil pra mim e se paro para pensar aí piora hoje estou especialmente chorosa e não me considero depressiva embora fique triste algumas vezes ao mês fico acordada até tarde e durmo até tarde não tenho vontade de fazer nada estou toda errada e a culpa é toda minha fiz escolhas erradas e hoje tenho uma vida que não queria pra mim,não tive uma estrutura familiar boa que me incentivasse e me amasse de verdade por isso as escolhas erradas eu vejo minha família espalhada cada um vive sua vida sem se importar muito uns com os outros queria me sentir amada por eles um eu te amo não significa nada sem aquelas pequenas atitudes um simples telefonema uma visita detalhes do amor que esperamos eu cansei de ser boba agora não ligo tbm,sempre fui uma pessoa sozinha fazia amigos na escola e só tive poucos e perdi contato no trabalho tbm não passava de lá mesmo sempre fui só mas enquanto tinha eles perto de mim era verdadeira e super amiga o tempo as mudanças de casa nos afastava,hoje não tenho amigos e tenho medo de fazer amizade e a pessoa ser falsa comigo,minha carência é grande na parte familiar tenho tristeza ao pensar no passado e que não amadureci cedo pra ter evitado muitas coisas que passei e passo por incrível que possa parecer tenho um noivo que diz me amar mais não me entende...não me sinto feliz e casar não me fará diferença pq no momento o que eu mais queria é uma vida que ele não pode me dar uma vida com um novo começo uma nova família e ele tbm é complicado está estacionado na minha vida há 7 anos e nada aconteceu ele é bem mais velho que eu e não está nada preocupado com isso vou acabar chutando ele estou cansada de tudo mais uma vez sinto que perdi um tempo precioso da minha vida desculpem o desabafo nem sempre tenho esse costume mas hoje precisava escrever pra desabafar ������❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônimo, me identifico com muitos comentários aqui, mas o seu foi o que eu mais me identifiquei, principalmente a parte sobre sua família. Minha infância foi marcada pela lei do medo e não o amor. Na minha adolescência desenvolvi um distúrbio alimentar por ter baixa auto-estima, crescendo numa família crítica. Me casei cedo, tentando fugir e achei que começaria a viver, ledo engano. Hoje minha família mora longe e temos relacionamento nenhum, nem eles tentam e eu já não me importo. A vida me ensinou que sonhos não passarão de sonhos, que todos só pensam em si, mesmo quando dizem que te amam. E a vida me colocou no meu lugar, sou insignificante.
      Sabe... antes, eu sentia apenas um vazio, hoje eu sinto um peso no peito que não passa, acho que aquele vazio foi preenchido com muita amargura, ressentimento e ódio e não sobrou amor algum pra ninguém, nem mesmo pra mim. Eu fui a algumas sessões de terapia muitos anos atrás e a terapeuta me disse que essa raiva e ressentimento eram como um peso me puxando pra baixo d'água e que eu deveria me soltar disso pra poder subir à superfície. Mas não consigo perdoar e definitivamente não consigo esquecer.
      Não acho possível ser como os outros, eu sou diferente e tenho uma visão diferente dos "normais", eu não os entendo e eles não me entendem e por isso me isolo, meu marido é a única pessoa ao meu lado, não sei por quanto tempo, pois ele está sobrecarregado com todas as obrigações que eu não consigo fazer. Sei que preciso buscar ajuda novamente, talvez dessa vez tentar medicamentos, pois eu nunca estive numa fase tão ruim e percebo agora o quanto vem piorando com o passar dos anos.

      Excluir
  30. tb não aguento mais ,desde de q me entendo por gente me sinto assim, so quero que essa dor acabe ,ninguém me entende.Ninguem entende um depressivo so quem sente na pele sabe o quanto doi o quanto destrói

    ResponderExcluir
  31. Não ter vontade de fazer nada, não ver graça em nada, não sentir os sabores com o prazer de antes. Só vontade do dia acabar e o outro não iniciar. Odeio a palavra reinicio, que essa merda sem sentido acabe antes do sol nascer amanhã de manhã.

    ResponderExcluir
  32. Não tenho vontade de fazer nada! Converso, dou risada, faço piadas mas quando chego em casa é só tristeza. Sinto que ninguém me entende e para terminar de completar, me envolvir com um homem casado. Estamos brigados, daí junta uma coisa com a outra e me deixa ainda mais pra baixo. Não quero morrer só quero que isso tudo se resolva

    ResponderExcluir
  33. Olá gente! Li todos os comentários e me identifiquei com a maioria deles. Não tenho problemas financeiros, familiares e nada, a princípio. Tenho um ótimo emprego, sei que as pessoas com quem trabalho gostam de mim, tenho uma excelente namorada, mas nada sinto... Anedonia total ocupa minha vida. Gostaria de melhorar e também que todos aqui melhorassem e pudessem viver melhor. No momento em que estou, muito triste e ansioso, uma coisa me conforta, a ciência de que as coisas passam, as alegrias passam ds mesma forma que as tristezas. Isso, até o momento, mantem-me vivo. Sei também que estamos nessa vida com vários propósitos e temos que cumpri los, seja triste ou feliz. Cada dia de vida é uma vitória, para o deprimido ou não, embora custemos a acreditar nisso.
    Escrevi o que me veio a cabeça, torço para que todos consigam viver e seguir nosso caminho, da forma que melhor pudermos fazer, ao encontro de nosso pai eterno.
    Coragem a todos!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.