A FELICIDADE NÃO ESTÁ NO OUTRO

A vida é busca. De prazer e de sentido. Vivemos um surto hedonista. As pessoas consumindo por prazer. O mundo pós-moderno, embora já conectado em rede, é caracterizado, paradoxalmente, pelas experiências individuais. 

A doença do século 21 é a depressão (“o câncer é o suicídio das células”) porque as pessoas perderam a capacidade de sentir prazer ou se envergonham dela. Clarice Lispector que tem um livro fundamental “Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres” falando de alguém sofrendo da vida e de amor disse: “Não procure alguém que te complete. Complete a si mesmo e procure alguém que te transborde”

A tal felicidade não está no outro. Está dentro de nós. “Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro do seu coração. Aquele que olha para fora sonha. Aquele que olha para dentro desperta”, disse Carl Gustav Jung. 

No entanto, é a busca de dar um sentido a vida que faz ela valer a pena. “A pedra tem mais sossego que a planta. A planta tem mais repouso que o réptil. O réptil é mais sonolento que o leopardo. O homem, este é pura insônia — trabalho futuro, vôo e flecha.” (Hélio Pellegrino, Minérios Domados). O sentido é quem pacifica a alma, eterniza. 

O prazer é uma canção de liberdade, mas não é a liberdade, que somente o sentido pode dar e, ainda, vencer a morte, a indesejada. Que o digam homens como Mandela, Gandhi e Luther King. Venceram os seus medos e foram livres. O tempo é a única coisa que existe no mundo igual para todos: 24 horas por dia para viver. 

A questão do tempo está interligada a necessidade de prazer, de viver o presente (Carpe Diem), de lutar contra a morte. Luxo é ser dono e usufruir o seu tempo. Todo homem é um tempo, um lugar e deveria ser uma causa. E no final da jornada é um regresso de onde partirmos: do ventre da mãe para o ventre da Terra. Dê sentido a sua vida, compartilhe os seus sonhos, seu viver, e faça disso um prazer.

Compartilhe:

4 comentários :

  1. Num momento tão caótico, difícil é parar para pensar e colocar, ao menos tentar, nossos pés no chão. Respirar fundo e continuar... Como ser quem somos ou ter coragem de ser de fato quem supomos ser? Como fazer o que dá prazer se não se sabe o que é certo e errado? Afinal, há limites? Complicado agir em meio a tanta confusão: muitas informações e muito valores sendo julgados. Mesmo não prejudicando o outro, por que temos de ser desrespeitados? Faz-se o bem ao próximo, mas o se faz em retribuição?
    Olho para dentro de mim, o que encontro são essas questões. Onde se encontra a minha felicidade?

    ResponderExcluir
  2. Só gostaria de saber por onde começar, é uma tortura não saber o que fazer

    ResponderExcluir
  3. Quero morrer..nao tenho ningum,amigos nehum..nao tenho animo para viver...vivo em uma depressao profunda...nao tenho gorcas para nada.....queria me marar para aliviar meu sofrimento...tenho 21anos de vida nao mt boa...ja sofri tanto e nao sei pq ainda estou nesse mundo...queria sumir da existencia...alias nunca queria ter existido..sou un nada..um lixo.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

 
Copyright © QUERO MORRER. . OddThemes