CICATRIZES DO PASSADO

Algumas pessoas carregam dentro de si marcas que a vida (e as pessoas que por ela passaram ou que ainda permanecem nela) deixou.Essas pessoas se dividem entre as que conseguiram passar por cima disso tudo e as que ainda vivem e remoem essas marcas,esses traumas,enfim.

Eu sou uma dessas pessoas que não conseguem superar as pancadas que a vida me deu. E graças a isso tenho Síndrome do Pânico e Depressão, resultados de inúmeras frustrações e constantes humilhações que vivi ao longo dos meus 20 e poucos anos.Alguns dizem que é preciso esquecer o que já passou,mas não é tão fácil quanto falar,é preciso ter uma força que muitas vezes não possuimos,e este mesmo comentário nos faz sentir o quanto somos frágeis e dá até uma sensação de impotência perante o resto do mundo.

Pessoas como eu,que foram (e são) vítimas de outras vítimas de traumas ou até mesmo da ignorância vivem buscando uma saída desse circulo,dessa prisão que é o passado.Digo passado porque muito do que vivemos em nossa infância e adolescência é acrescentado em nosso caráter ou no modo como vemos a vida.

Você,que assim como eu,vê o passado como causador de seus atuais problemas,acredite,você não é o único.
A.C.

Compartilhe:

35 comentários :

  1. Sou assim, como você. Também vivo o que restou do passado que me formou. Principalmente minha infância e adolescência. Sou deformada, não fisicamente, mas psicologicamente. Sou menos do que todas as mulheres q conheço, não tenho profissão, não tenho filhos, não tenho valor na sociedade. Mas sou capaz de ver isso tudo com relativa frieza. Então preciso pegar o q me resta (a capacidade de ver e escrever sobre o que vejo) e transformar em vitória. Não sei se vou conseguir, mas estou tentando. Corro o risco de me suicidar, sim. Mas, até lá, vou tentando. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  2. Mas não esqueçam, que podemos mudar nossa história. Se o passado dolorido, vai e volta, podemos fazer dele um trampolim pra conquistar coisas muito maiores do que supúnhamos. Ás vezes, o tempo passa e passa, e passa...e não conseguimos enxergar o quanto crescemos, tudo por causa de uma visão pessimista, de dores e mágoas. Só que é chegado um tempo, que o véu das sombras, é retirado de nossos olhos, e uma forte vontade de conquistar algo verdadeiramente bom, que nos agrade, e nos enche de prazer, nos acomete. Mesmo com todas as vivências e lembranças doloridas, chega uma hora, que conseguimos seguir em frente, confiantes.

    Então, o que lhes peço: Sêde firmes, procurem uma fé/algo que lhes traga prazer, mas procure algo realmente bom, e vcs sabem do que falo: NÃO ÁS IMAGENS DE DESTRUIÇÃO/SOMBRIAS/MALÉFICAS/BAIXO-NÍVEL...

    Tudo é bagagem. E quando temos bagagem demais, incomoda carregar, pesa.
    Com o tempo, vamos tirando os excessos e deixando somente aquilo que nos serve...e o que nos serve, também é pra auxiliar os irmãos de caminhada.

    Sei que, paciência é necessário, e uma grande dose de esperança também. Tudo vai melhorar. Aliás, está melhorando, basta crer.

    ResponderExcluir
  3. O desejo de morrer me acompanha a muito tempo. Faz um tempo li a seguinte passagem e concordei com ela. A Passagem é a seguinte: "não é o tamanho do problema e sim a fragilidade de quem sente, que faz o sofrimento ser intenso....as vezes a ponto levar ao ponto final".
    Eu passo por problemas que, apesar de conscintemente eu saber que não são horríveis, fazem com que eu não deseje viver. Eu tenho a sensaçao que meu passado me persegue e que em razão dele toda a minha vida foi determinada. Acho lindo as pessoas dizerem que conseguem superar, admiro essas pessoas...mas eu não consigo ser igual a elas. Eu estou presa e não consigo me libertar de minhas derrotas e, ainda que eu tente agir de maneira diferente, sempre acabo repetindo a minha forma de ser e agir. Odeio isso e vejo que isso é algo que faz parte de meu ser e que não consigo mudar. É melhor morrer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também quero morrer estou no segundo casamento tenho 1 menino do primeiro e 1 menina de 1 ano.... em ambos fui traído e dessa vez rolou um trio amoroso no meu trabalho. Ela saiu eu e ele ficamos na empresa... sinto vontade de esfaquea-lo e depois me matar.... estou triste pois minha esposa ainda esta comigo mas não demonstra mais amor ou carinho vivemos descutindo e ela mandandk eu ir embora.... diz que me faço de coitadinho.... to candando tenho 28 anos e a 4 anos tenho dedicado minha vida pra ela.... deixei de ver meu filho a 3 anos r deixei de falar com minha irmã que também já faleceu.... fiz isso tudo por ela.... hj tenho um bom emprego mais me sinto envergonhado em continuar lá.... eu oro a deus pra tirar minha vida e dar pra alguma criança que esteja com câncer o Algo parecido..... queria tanto uma armz
      S resolveria meus problemas.

      Excluir
  4. Li os vários comentários anteriores e revejo-me em todos eles. Á vários anos que o desejo de morrer é uma constante dentro de mim, em certas alturas ele quase que desaparece, mas basta aparecer algum obstáculo ou desilusão e esse sentimento logo volta juntamente com as mesmas questões de sempre: qual o objectivo de me levantar de manha da cama, de ir trabalhar, ganhar dinheiro ao final do mês, se simplesmente não consigo encontrar o que anos busco...simplesmente não consigo encontrar um sentido para esta vida que levo, não consigo encontrar um rumo para a minha vida, que faça sentido dentro da minha cabeça. Por vezes vezes vou até lugares que estão cheios de pessoas e fico a olhar para elas, vejo as a sorrir, a falar, a cantar, enfim a terem uma vida normal, e invejo-os, invejo a sua felicidade, depois vou até ao meu lugar onde hábitualmente vou meditar e penso no quanto me sinto sozinho neste mundo. Eu sei e reconheço que o meu maior problema é este sentimento de solidão, é ele que me consome por dentro, é ele que me faz questionar qual é o sentido da minha vida, que me rouba o sorriso. Mas também olho para trás para o meu passado e para o caminho que já percorri e só vejo obstáculos e desilusões e sempre que encontro algo de bom para a minha vida que me faça abstrair destes sentimentos parece que por artes magicas desaparece ou se torna em mais uma desilusão, e mais uma vez o meu interior não passa mais do que um saco de plástico cheio de nada, descartável e logo o sentimento de querer morrer se apodera de mim. Às vezes penso se não fosse por duas pessoas e saber a desilusão que seria para elas, e o que iriam sofrer com o meu desaparecimento, muito provavelmente já "o" teria feito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi li sua publicação e sinto a mesma sensação tudo q me faz feliz TB some da minha vida é sempre assim fico bem depois vem algo q estraga tudo fora q as pessoas me decepcionam MTU e meus relacionamentos tb me sinto perdida

      Excluir
  5. Sobre o desejo de morrer...
    Já pararam pra pensar, que esse desejo é mais pelo vazio que sentimos!?
    Às vezes tbm sinto um desejo de morrer/partir/sumir, começar uma nova vida. E, mesmo qndo tudo vai bem, as vezes sinto q falta algo. Sempre parece ter algo faltando. E realmente pode ter. Depende da fé em que acredita. Eu creio na doutrina espírita. Alguém aí, conhece!? Já procurou se inteirar do assunto? Pois então, numa visão espírita, aquilo que sinto falta, pode ser a falta de casa. De acordo com a doutrina, estamos numa escola. Aprendendo. É por aí...
    Sei que pra muitos de nós, é difícil demais encontrar um ponto que nos leve pro alto, nos encha de energia, mas há. Dê tempo ao tempo. Às vezes, o que é mais simples e insignificante é o que vai te encher de contentamento, já pensaram nisso?? Às vezes se busca coisas de mais, aparências demais...e o que nos preenche está na simplicidade.
    Tristes ou Felizes, estamos aqui..e vamos continuar, até que chegue a hora. E esta hora, não pertence a nós. Vejo por aí, tanta gente tentando se matar, e se frustrando, só servindo pra se machucar mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é quando a busca é apenas dessas coisas simples, é a falta dessas coisas simples que leva ao desespero ao vazio interior que leva a estes sentimentos de recusa da vida...eu por exemplo...tenho tudo para ser supostamente feliz, tenho uma vida economicamente estável, tenho casa, tenho carro, tenho emprego, enquanto estudava sempre fui bom aluno, agora que trabalho acho que nao sou mau profissional mas no entanto chego a casa e dou comigo a pensar que me falta alguma coisa simples como a felicidade...por vezes ironizando digo para comigo que já devo ter nascido assim...disfuncional...com uma alma inquieta como alguém uma vez disse sobre um dos meus vocalistas favoritos que já se encontra morto e que por acaso nasceu no mesmo dia de Agosto que eu...Layne Staley...eu simplesmente só quero ser feliz e encontrar o meu lugar no mundo...o problema é que já ando à demasiados anos à procura destas duas "coisas".

      Excluir
  6. Eiii, e quem disse que 'Ser feliz' é algo simples!? Talvez fosse, se os valores nos dias atuais especialmente, não estivessem tão distorcido. Talvez a simplicidade, esteja em encontrar prazer/alegria em executar coisas simples, ditas bobas, onde mtos nos perguntariam o por quê de estarmos fazendo tal coisa. Entende? A gente dá mta importância ao que os outros vão pensar, ao que o 'mundo' espera da gente. Já percebeu, que mtos de nós dá valor primeiramente àquele que tem isso/fez isso/viajou pra tal lugar/... e com isso, queremos ser iguais... pra nos perder de nós mesmos... (claro, não é regra). Sei que mtos de nós, deixa de pensar em nossos próprios desejos pra viver a expectativa do outro.
    Você, que se encontra já estabelecido na vida...(não sei, se já faz..)..será que não esqueceu, lá no fundinho de sua alma/coração um prazer que o faz feliz!?
    ...
    Momentos felizes, mesmo com a sensação de que falta algo, enche nossas vidas de alegria.

    ResponderExcluir
  7. Olha , o passado é um problema , sou assim como você. Mas é horrivel, tento olhar para tras e aprender alguma coisa , só vejo acusação. Tentei suicidio uma vez , infelizmente me salvaram... não creio que Deus seja tão bondoso assim , creio que ele utiliza o nosso passado para sempre nos humilhar ... ainda estou tentando sair desta vida.
    KCJ

    ResponderExcluir
  8. Alguém aqui comentou sobre Layne Staley...eu também o admiro muito.O admiro porque ele viu em si mesmo a auto destruição,ele expressou em suas músicas exatamente aquilo que ele sentia,a dor de se sentir perdido e ter que mergulhar nas drogas pra se sentir vivo.
    Sou alguém que deseja ter um porquê na vida,algo que me faça levantar pela manhã e dizer obrigado por estar aqui.Mas nunca senti.

    ResponderExcluir
  9. Estou vivendo o pior dos meus pesadelos !!! Perdi todo o dinheiro e patrimônio da minha família ... Estou envergonhado no fundo do poço .. Nao consigo dormir , nao consigo comer ... Só penso em me matar , o pior e que vejo em meus pais uma preocupação enorme comigo ... Mesmo com toda merda que fiz ... Eles dizem que o importante e que estamos vivos e juntos !! Eu acabei com minha vida e a vida deles e eles falam isso pra mim. ... Nao sei se isso me da força ou devem deixa mais pra baixo ainda ... Por nao merecer pais tão bons e dar tanto desgosto a eles ... Nao sei se vou conseguir me manter vivo ... Só nao dei um tiro na cabeça por que sei que meus paus iriam sofrer muito !!! Nao sei o que faço !! Estou desesperado !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando estamos em situações que nos sufocam não conseguimos pensar e observar as coisas com calma, então qualquer atitude tomada nessas circunstâncias simplesmente nós levarão a caminhos errados, pense em como realmente resolver, seja arrumando um emprego, ou outra forma....lembra o que JESUS fez por você ? Morrendo só pra ter a oportunidade de te salvar? Fwl

      Excluir
  10. Você,do comentário acima,imagino que esteja se sentindo no fundo do poço,mas há uma escada que vc ainda não viu:seus pais.Por eles você pode se reerguer,por eles vc pode mudar.
    Não estou julgando vc,afinal,não sei os detalhes.Mas se vc mesmo disse que eles são tão bons com vc,agradeça a Deus,ou pelo menos agradeça à vida por tê-los,porque há pessoas como eu,por exemplo,que os pais nunca deram atenção,ou melhor dizendo,nunca deram amor ou uma estrutura pra que eu me tornasse alguém na vida.Sei que este é um momento dificil pra vc mas veja o lado bom de estar nesse poço:Vc tem quem queira tirá-lo dele e não o afundar ainda mais...Boa Sorte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda nao fiz uma grande besteira por causa deles ... Se eles fossem assim , certamente eu já teria me matado ! Mais sei que isso iria trazer uma tristeza infinitamente maior a eles.... Então hj eu vivo por eles , tufo que faço , faço pensando neles ...sao meu maior tesouro ....minha vida agora será tentar consertar algo pra eles .. E Deus vai me dar forcas pq meus pais nao merecem o que aconteceu !!!

      Excluir
  11. Vc tem muita sorte pq sabe o que é o amor de um pai e de uma mãe.Queria ter a mesma sorte,mas só o que recebi fui humilhação e abandono

    ResponderExcluir
  12. Fui a primeira pessoa a comentar esse escrito. Digo q sou psicologicamente deformada porque não tive amor. Só isso, faltou amor. Meu nascimento não foi desejado, minha chegada nesse mundo não foi comemorado, minha vida não foi aceita. Faltou e falta amor até hoje. E a vida sem amor não é vida. Nem é sobrevida, pq a gente vive como um zumbi, se arrasta pelos anos. Eu queria ver as pessoas se revoltando com a falta de amor tanto quanto se revoltam com a falta de dinheiro, por exemplo. Sou casada há 25 anos e nunca tive amor do meu marido. Ele casou comigo justo pq "não precisava me amar"... É uma grande merda a vida sem amor. Nem a caridade substitui o amor romântico, nada! Ser vista com bons olhos, ser admirada, ser desejada... Deus! É tudo o que eu quero! Mas como se eu não gosto da vida??? Paradoxo infernal! Sou completamente revoltada por ter "sido posta" nesse paradoxo. Sim! Fui posta nessa merda desse paradoxo, até parece q alguém escolhe uma merda dessas! Por isso minha revolta!

    ResponderExcluir
  13. Eiii, não entendo! Por que se casou então?? Ta, eu sei, são tantos sentimentos e emoções complexas, que cada um vai pelo caminho que mais se torna adequado no momento.
    Mas, hein, por que hoje, mesmo com 25 anos de casada, não procura fazer algo que lhe dê uma força de viver. Você gosta de crianças?? Gosta de estudar? Tenta fazer magistério!! Vejo bastante mulheres casadas, retornando às salas de aula, e gostando mto. Te dará uma nova perspectiva de vida. E além do mais, ser professora, embora não seja uma profissão economicamente boa, é uma das profissões que mais traz beneficio pro profissional. É, digo benefícios pro profissional! Grande parcela desses profissionais, se sentem realizados em sala de aula. Um caso a pensar aí, viu?
    Sua vida não está acabada pela falta de amor romântico. Quem sabe, o futuro não te reserva agradáveis surpresas!
    E revolta, pelo passado, todos que aqui estamos, sentimos ou já sentimos. É difícil é complicado, vencer as 'cicatrizes do passado', eu sei, mas estamos aqui! ...fazer o quê!?

    ResponderExcluir
  14. Não devemos julgar as pessoas pelas escolhas que fazem ou não.Cada um sabe de si

    ResponderExcluir
  15. A minha experiência de vida ainda é pouca, mas uma coisa já eu aprendi: podemos ter tudo, dinheiro, carros, casas e até imensas pessoas conhecidas...mas se não tivermos uma pessoa que saiba ler nos nossos olhos o que estamos a sentir sem ser necessário abrirmos a boca para falar, uma pessoa que nos dê a mão sem a pedirmos...a nossa vida não passa de um saco cheio de nada, é um vazio que enche a nossa alma de dor e sofrimento, e é este sentimento que leva a desejar a morte...quem nunca passou por isto não sabe a sorte que tem...provavelmente não sabe que tem em seu poder o bem mais precioso do mundo...o ser-se amado por alguém...

    ResponderExcluir
  16. Passo pelo mesmo que voce, me encontro na minha prisao perpetua do passado...

    ResponderExcluir
  17. Anônimo disse...
    Quando li seu depoimento, me vi nele. O passado me destrói até hoje, sou fragilizada, insegura e não tenho amigos, sinto vontade de morrer todos os dias.
    Ainda vem a cobrança de quem te destruiu, dizendo para perder o medo e realizar sonhos. Hoje meus sonhos tornaram-se pesadelos.
    Não tenho com quem conversar, pois as vezes que tentei, fui ridicularizada e sofri humilhações, pois, me sinto muito mal, quando alguém se utiliza das minhas fraquezas para usar como diversão, no meio de outras pessas.
    Estou sempre sozinha. Espero a hora de morrer logo...

    ResponderExcluir
  18. O passado tem o grande poder de nos destruir,de nos fragilizar,de nos enfraquecer.São marcas que não se apagam,que nos mantém prisioneiros,reféns.Ter força?É fácil dizer pra alguém ter força quando não é você que está no fundo do poço tentando sair mas não consegue.
    Antes de julgar alguém,se ponha em seu lugar,veja com os olhos da alma e ponha a mão no coração e sinta o que esta pessoa está sentindo...Não peça a um pássaro,cujo as asas foram cortadas para que faça força pra voar...

    ResponderExcluir
  19. Ele esta me perseguindo e eu não posso parar de correr. SEGUIR EM FRENTE SEGUIR EM FRENTE é o que fico repetindo para mim mesma, mas as pernas já estão cansadas demais pra continuar correndo. Se tento olhar para trás me despedaço, caio e sou atacada outra vez. Depois me levando e começo a seguir até que alguém me faça olhar para trás novamente. É um circulo vicioso. Parece que as pessoas sentem prazer em ver você passar por toda aquela dor novamente.

    ResponderExcluir
  20. Fiz um ano de terapia apos tentar o suicidio!!!!até que me ajudou,mas quando me afastei tudo voltou e esse sentimento de vazio continuou em meu peito!!!!será que seremos assim por todo a vida?sentido essa dor sem fim?queria saber se consigo esquecer ou superar,pois não quero que meu mundo gira em torno da minha dor!!

    ''''as vezes me arrependo de acordar,queria apenas me trancar em meu quarto com minha musica favorita e dormir novamente...para sempre'''
    rafael.vasconcelos01@hotmail.com(face\msn)

    ResponderExcluir
  21. Quero muito ajudar a minha irmã mas ela não deixa ninguém ajudar, não aceita que tem uma depressao e está a destruir a minha vida e da nossa mãe. Tivemos uma infância e adolescência muito difícil, em casa viviamos todos os dias um clima de terror de violência doméstica e abusos sexuais cometidos pelo nosso pai que ainda hoje vive conosco. Na escola éramos muito gozadas por não sermos bonitinhas. Eu fui ultrapassando estes problemas saindo e convivendo mais mas a minha irmã foi por outro caminho, escolheu fechar-se em casa,só sai pra trabalhar, é anti social,não tem amigos, nunca teve um namorado,não deixa ninguém aproximar-s dela, como está revoltada com a vida descarrega tudo em cima de mim e da minha mãe e não tem noção do quanto nos magoa. Eu quero tanto ajuda-la mas não sei como, não lhe posso dizer nada que ela começa a chorar como uma criança. Não sei o que vai ser do futuro dela, tem 30anos e não conhece a vida fora da porta d casa. Eu queria seguir a minha vida e viver com o meu namorado mas nunca o vou poder fazer porque sinto-m responsável por ela, se alguma coisa lhe acontecer eu nunca me vou perdoar, além disso não quero deixar a minha mãe sozinha com ela porque também já sofreu tanto! O que hei-de fazer pra ajudar a minha irmã?

    ResponderExcluir
  22. vivo em tristeza pois o meu passado me persegue e me tortura,separação dos pais desde os quatro anos,padrasto que bebia,batia em minha mãe,pass´vamos fome pois tudo ia para o álcool,abuso sexual,e sempre com o "direito" de permanecermos calados,pois minha própria mãe assim exigia,q meu pai não soubesse de nada,eu ia pra casa do meu pai e nunca quis voltar pra casa,pois com meu pai tinha amor ,compreenssão,carinho ,alimento.depois que meu pai faleceu há quatro anos de câncer,ai q senti de vez q minha vida acabou-se também,pois ohomem que me olhava vcom olhar terno,acariciav meu rosto com o mais puro amor paterno,não estava mais presente pra me dar colo,carinho,o homem q me amava por eu simplesmente existir,por eu respirar...essa pessoa que habita em mim é só metade do que ja fui,a outra foi sepultada com ele.como me livrar de tamanhas feridas???ja tentei por todos os modos,mas tudo isso de minha infancia vem na minha cabeça como um flash,eu não quero lembrar,mas minha mente teima em reviver isso,não consigo esquecer,vivo a base de antidepressivos e calmante,as vezes,tenho ataque de muita fúria,sou tomada pelo ódio,ódio por meu pai ter morrido,odio por minha mãe que permitiu tudo isso em nome do amor dela,e o amor a nós filhos????pq ela não me amou como meu pai me amou????esse mesmo ódio se transforma em culpa por sentir isso...parece q sou culpada de ter nascido,parece q minha vida aqui é um tremendo equivoco,as vezes sinto q a culpada de toda essa droga de vida é minha.sinto que vou desaparecer tamanha dor que sinto em meu peito...

    ResponderExcluir
  23. Olá para todos...
    Sou uma pessoa infeliz em todos os aspectos. Eu era uma criança normal. Até então me aceitava exatamente como era, apesar da timidez que já era um pouco aparente, mas nada que fosse anormal. Até que eu entrei na fase da adolescência, aquela triste fase em que tudo muda em seu corpo e em seu rosto, e que você precisa da aprovação das outras pessoas para se sentir bem. Foi aí que minha vida simplesmente virou um inferno. Era sarreada praticamente todos os dias na escola, já não conseguia me concentrar nas aulas porque aquilo me feria muito. Comecei a me ver de um modo negativo. Saía na rua e parecia que eu escutava as pessoas apontando meus defeitos, comecei a me olhar no espelho de uma forma que eu nunca havia me enxergado antes, me achava desde então a pessoa mais "feia" do mundo. Comecei a me esquivar das pessoas com medo de ouvir o que não queria ouvir, com medo que as pessoas cassoassem de mim exatamente como faziam na escola. Comecei a sentir então um medo incontrolável. Medo de sair, nem que fosse no portão de casa,já não queria ser observada pois sabia que se fosse, seria vista pelos meus defeitos, adorava tirar fotos na infância e hoje simplesmente fujo delas como se tivesse medo de saber como sou de verdade.Mas ao invés das coisas melhorarem quando comecei a amadurecer elas só pioraram. Com 24 anos de idade só consegui 2 trabalhos e não obtive suceso em nenhum deles, me sentia insegura de estar em contato com as pessoas, só fazia coisas erradas e passava vergonha todos os dias.Fazem 10 anos que gosto da mesma pessoa mas nunca me relacionei com ele e nem com ninguém, pois acho que nenhum homem na face da Terra vai gostar de mim. Hoje estou desempregada, continuo me sentindo feia, não compro roupas pra mim ,não faço as unhas não arrumo o cabelo e muito menos me maquio, saio o mínimo possível de casa,a única pessoa que tenho segurança de me relacionar é minha mãe, minha irmã, e meus animais que amo tanto, e em absolutamente mais nada e em ninguém. As pessoas definitivamente me incomodam,o julgamento delas me incomoda, o medo que eu tenho delas me incomoda. É como se eu fosse inferior a todas elas. Agora me pergunto:
    Até quando vou ter essa vida de sofrimento? Vivendo em um mundo que é só meu. A minha casa, a minha mãe, meus animais e nada além. Estou perdendo minha vida e minha juventude trancada nesse meu mundinho limitado. E saber que tudo começou quando tinha 12 anos. Nunca imaginei que ficaria com uma marca tão grande daquela época, tudo o que me fizeram e falaram fez de mim simplesmente quem eu sou hoje. Sim, e hoje sou aquilo que as pessoas sempre quiseram que eu fosse; Definitivamente um "NADA".

    ResponderExcluir
  24. Cheiro cocaina viciadamente a muito tempo, e so tenho 15 anos, nao consigo mais parar, ja acabei com minha vida e vou ser enternado pela manha, preciso morrer e me aliviar dessa dor

    ResponderExcluir
  25. Talvez o melhor presente que um ser humano possa receber, seria o de nunca ter nascido!! O pior tipo de morte é aquela que acontece durante a vida. Não aguento mais tentar parecer estar bem, enquanto sinto apenas um enorme vazio. Tenho 35 anos, e tenho depressão desde os 14, já tentei de tudo, vários tratamentos e medicamentos, mas nunca soube o que é felicidade!! Minha namorada e família dizem que preciso ter força de vontade, mas mal sabem eles, que já não me sinto mais neste mundo, vivo num universo paralelo, e espero que seja por pouco tempo, pois preciso descansar!!

    ResponderExcluir
  26. Também estou cansada da vida. Fracassada em tudo, não tenho forças pra lutar. Estou esgotada. Não sei pra que acordo todos os dias, está tudo tão negro dentro de mim, fracassada no amor, profissional,o que eu vim fazer aqui?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida te muito mais valor que imaginamos, mas quando estamos presos em nossas dores e sofrimentos não enxergamos . Se a vida não tivesse valor ela não existiria . E existe pessoas que se importam com a sua vida ainda que não saiba . Meu nome é Aryane e estou aqui para te ajudar . Meu email é aryaanenascimento@hotmail.com.
      Você tem um grande valor por isso está aqui neste mundo !

      Excluir
  27. Não aguento mais viver. Preciso morrer mais não tenho coragem. Já tentei me matar mais não consegui ir até o fim, minha vida eh uma merda não tenho paz dentro de casa, moro com minha familia mais as vezes me sinto uma estranha, meu padrasto eh insuportável me trata mal e vive me espulsando de casa. Não consigo arrumar emprego por isso vou ter q parar a faculdade, não tenho ninguém. Me sinto um lixo uma inútil, tenho 20 anos e já passei por tanta coisa, não consigo me imaginar viva por durante mais um ano. Si eu tivesse coragem na verdade agora nem estaria aki. Já teria realizado uma vontade q sinto a muito tempo que eh me matar. Caso alguem saiba uma forma fácil por favor me falem...algum medicamento q eu tome e q eu vá morrendo aos poucos sem sentir, obrigada.

    ResponderExcluir
  28. Ola me sinto desde que eu mi lembre assim frágil com medo de perder as pessoas que amo, tenho uma historia familiar q ajuda nisso tudo, meus relacionamentos mi decpicionam ecom isso me sinto as vezes uma pessoa insignificante no mundo.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.

 
Copyright © QUERO MORRER. . OddThemes