Recentes :

'EU TINHA UM CACHORRO PRETO. SEU NOME ERA DEPRESSÃO'



"Depressão é frescura!"

Esta é uma afirmação totalmente distante da realidade. Entre outras "explicações" para a depressão, também são atribuídos a preguiça, corpo mole, e até "falta de pegar no batente". 

Nada poderia estar mais longe da verdade: a depressão é um dos grandes tópicos de atenção da Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo estatísticas constatadas pela OMS, a depressão é uma psicopatologia que aflige mais de 350 milhões de pessoas no mundo inteiro. Dessas, menos da metade recebe ou já recebeu alguma espécie de tratamento para a doença. Podemos imaginar que o preconceito de que "depressão é frescura" é em parte responsável pela ausência de tratamento de tantas pessoas em necessidade. De fato, a depressão tem tamanha importância e urgência de tratamento a ponto de projeções feitas pela OMS indicarem-na como a possível doença mais comum (entre todas as doenças existentes) a partir do ano de 2030. 

Existem vários tratamentos efetivos para a doença, sendo a psicoterapia um deles. Apenas assumir (para si próprio e para um outro alguém) a existência do problema e a necessidade de lidar com ele já pode iniciar um efeito transformador. Se você ou alguém próximo a você sofre de depressão, procure ajuda profissional. Esse pode ser o primeiro passo em direção a uma grande mudança.

FONTE: http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs369/en/index.html
Compartilhe no Google Plus

Nota : Editor

Volte sempre.
    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.