Recentes :

DAS CRISES ...


Essas malditas chegam repentinamente muitas das vezes. São horas e mais horas de desespero e de prisão. 

Dentro da mente um inferno. 

Fora, no corpo horas e mais horas de sono. Sentimento de que cada membro do corpo pesa uma tonelada. E em cada grama desse peso há quase 100% de culpa. 

Uma culpa infeliz que nasceu não sei de onde e que me faz arrastar pelo caminho. 

Essas crises... insuportáveis. Me cegam, me tiram do caminho que tortuosamente seguia. Me fazem ter que recomeçar. Mas eu não sei até quando terei forças.

E não há remédio, conversa e reza que pareça resolver. Ou será que eu não creia o bastante? Deve ser minha culpa. 

Uma hora eu me deixo levar. Quem sabe num desses sonos profundos, um dia quem sabe eu não tenha mais força pra acordar.... e crise nunca mais
L.
A partir da Comunidade QM
Imagem : Pexels 
Compartilhe no Google Plus

Nota : Editor

Volte sempre.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

6 comentários:

  1. De vez em quando tenho certas crises e o sentimento de culpa me rodeia.
    Sinto que todos estão afastados de mim e não consigo justificar me por tal comportamento, por que eu sei que tenho minha parcela de culpa em toda essa história, as vezes sinto vontade de sumir, de desaparecer, de morrer, mas não tenho a devida coragem, pois, eu sei que bem lá no fundo Deus está reservando algo mais pra mim e eu vou dar a volta por cima como sempre dou.

    ResponderExcluir
  2. Penso nisso todos os dias. Na culpa versus vontade de dar fim a escuridão. A cada dia uma gota a mais de coragem e o tormento terá fim.

    ResponderExcluir
  3. Parece que tudo que acontece é por minha culpa, dizem que sou uma pessoa boa mas nesse mundo hipócrita, cheio de interesses individuais, a pessoa de verdade merece ser passada pra trás, sofro isso em todos os segmentos sociais, desde cedo, nas amizades, no trabalho, nos relacionamentos, to sempre sendo feito de babaca e isso cansa, cansei de chorar todo dia, de me decepcionarem, tenho 30 anos, formado e sempre foi assim, vontade de sumir do mapa, ir para uma outra dimensão é grande, mas falta saber, se é isso mesmo, falta coragem, mas esses pensamentos só aumentam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aqui a mesma coisa tenho 20 anos eu me corto desde 11/12 anos nessa época quando eu ficava muito deprimida mas hoje é por qualquer motivo que me deixe mal cada dia q passa minha vida vai perdendo o sentido quando eu tiver coragem eu me corto na vertical

      Excluir
    2. Já faz mais de 5 anos vivendo exatamente o que está escrito neste texto. Já tomei vários antidepressivos, mas está numa situação que nada mais parece funcionar.
      Não quero sair, não quero ver gente, já tentei suicídio, a última vez foi com meu cinto, acordei no chão depois de um tempo e não sabia o que estava acontecendo, até perceber que a fivela do cinto havia estourado.
      Não tenho coragem de fazer novamente ainda, penso em Deus e em minha filha.
      Mas são anos chorando todos os dias, as pessoas se afastando e o meu desespero aumentando. Não estou conseguindo mais disfarçar no trabalho.
      Não sei quando essa escuridão em minha vida vai passar, sei que tenho culpa, mas peço a Deus que tenha misericórdia de mim.

      Excluir
  4. Eu magoei uma pessoa, e o sentimento de culpa me consome, eu não suporto, simplesmente tenho vontade de dar fim a esse sentimento da unica forma que me parece funcionar.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.