Recentes :

HOMOFOBIA E VIOLÊNCIA ANDAM JUNTAS

Na última semana, um aluno de biologia da USP, homossexual, foi atacado em uma festa promovida pela ECA (Escola de Comunicações e Artes).

Henrique Peres Andrade, 21, estava abraçado ao namorado quando foi agredido com socos, pontapés e copos por três rapazes. A notícia foi publicada aqui na Folha, na última terça.

É claro que em uma festa não é possível controlar o comportamento de todo o mundo. Mas chama a atenção o fato de que o local deveria estar sendo frequentado basicamente por universitários, supostamente pessoas mais esclarecidas.

Supostamente, já que diploma não vacina ninguém contra a ignorância do preconceito e a brutalidade de qualquer agressão!

Chama ainda mais a atenção que isso aconteça em São Paulo, cidade que tem liderado uma série de mudanças de comportamento, principalmente entre os jovens.

Aqui, a Parada Gay se tornou uma festa popular, frequentada por pessoas de diversas orientações sexuais, celebrando a liberdade e o respeito.

Na avenida Paulista, vários casais de jovens gays andam de mãos dadas e se beijam nos cafés, sem despertar maior interesse. Fica a impressão de que a população entendeu que cada um tem o direito de ficar com quem bem entende.

Infelizmente, esse novo episódio (que não é um fenômeno isolado) mostra o contrário. A homofobia, o preconceito e a violência parecem ficar sempre à espreita. É uma pena! Um retrocesso.

Mesmo retrocesso que você deve ter percebido na reta final das eleições de 2010.

Ao ler este texto, nosso futuro presidente já terá sido escolhido. Pena que os dois candidatos passaram boa parte do tempo desqualificando o adversário em vez de construir um discurso mais propositivo. Preconceito, violência e desqualificações não fazem a sociedade melhor. O que você acha?
Compartilhe no Google Plus

Nota : João Casmurro

Volte sempre.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

5 comentários:

  1. É por essas e outras que eu quero morrer.
    Do que adianta tentar viver num ambiente onde todos são contra a expressão sexual? E como pode uma pessoa ser saudável sem expressar seus sentimentos??

    Vivi a minha vida toda reprimindo minhas emoções com medo de ser descoberto. Alguém se atreve a dizer que uma vida assim faz sentido??

    Desculpe, mas só quero sair dessa vida.

    ResponderExcluir
  2. Amigo! Se assume viado, mas nao se esconde atras de uma mulher para poder ser aceito. Porque aí vc desgraça a vida dela. Eu sou uma desgraçada que descobri ter um pai gay na vida adulta. Ou seja, ele iludiu minha mae e se fez passar por homem (só que teve uma hora q a homossexualidade falou maia alto). Agora ele é assumido e eu...alvo de piadas e comentarios maldosos.
    É homossexual, se assume e, dessa forma, não prejudica os outros.
    Em regra, detesto homossexuais porque eles se escondem, se casam, fingem ser o que não são e...um belo dia...resolvem se assumir. Deixam um rastro de desgraça e infelicidade na vida dos outros. Muitas vezes eles assediam homens casados não penando no mal que farão as pessoas daquela família.
    Para serem aceitos na familia, na sociedade...passam por cima de pessoas honestas enganando-as.
    Sei que nem todos são assim, mas uma grande parte é.
    E odeio essa grande parte que, pensando apenas em apaziguar seu sofrimento, não tem pudor e faz outros sofrerem
    É homossexual...se assume desde o início...mas não faz vítimas. Não tenha filhos.
    Vai viver com pessoas do mesmo sexo e ponto final.
    Filhos exigem um casal (um homem e uma mulher com papeis bem definidos).
    Sou filha de um homossexual e sofro muito por isso. Penso em me matar dia e noite (tenho vergonha do que sou, do pai que tenho, das piadas e casos que contam a meu respeito).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso e culpa da sociedade em si,dos pais dos nossos pais que antigamente tudo era errado. Que ser gay nossa é e era um absurdo. Ouco ate hj que pessoas dizendo que preferia ter um filho bandido do que gay. Agra te pergunto como uma pessoa se assume dessa forma? Hoje a aceitacao e menos pior que antigamente. Nao justifica uma pessoa casar e dps de anos se assumir. Mas pensa no que ele sofreu tbm todo esse tempo tentando ser o que ele nao era. Lutando contra seus proprios instintos. N foi facil pra ele tbm. Ele sofreu tbm e nao e pq ele seja gay que ele deixou de ser seu pai e te amar. Ele precisa mais de vc do que.nunca. A aceitacao pra maioria dos homens e mto mais dificil do que pra mulher. Homens sofrem mto mais. E por conta disso sofrem mto mais. Nao tenha vergonha do que é. Se ame e aceite a vida da forma que ela seja.

      Excluir
  3. Sou hetero e nao tenho nada contra a orientaçao sexual dos outros. Mas, jamais serei a favor a um casal gay fazer adoção de um inocente que nao teve o direito a escolha. Fiquei extremamente chocada com o relato da pessoa anônima, filha de um homossexual. Muito triste, nunca me passou pela cabeça uma situaçao como essa. Cada um tem direito de escolher o que é melhor para si, mas nao tem o direito de envolver a vida de um terceiro e inocente. Mesmo nao tendo nada contra homossexuais, iria preferir ficar em um orfanato a ser adotado por um casal gay!! E isso nao é discriminaçao, é exercer o direito de também poder escolher.

    ResponderExcluir
  4. Talvez ainda exista tanto preconceito em relação a esse assunto, justamente por não ser tratado de forma respeitosa na grade curricular. Hoje sou professora de OPV e tenho q falar sobre esse assunto, espero q minhas aulas façam a diferença, espero q eles "meus alunos" sejam críticos e respeitosos, porque cada um tem o direito de escolher sua opção sexual. Aliás, acredito q as pessoas não escolhem, elas já nascem assim, por isso merecem nosso grande respeito. Ser diferente é NORMAL.
    www.equat.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.