Recentes :

O QUE É DISTIMIA


O que é Distimia?
Distimia é uma forma crônica de depressão, porém menos grave do que a forma mais conhecida da doença. Com a distimia, os sintomas de depressão podem durar um longo período de tempo - muitas vezes, dois anos ou mais.

O paciente com distimia pode perder o interesse nas atividades diárias normais, se sentir sem esperança, ter baixa produtividade, baixa autoestima e um sentimento geral de inadequação. As pessoas com distimia são consideradas excessivamente críticas, que estão constantemente reclamando e são incapazes de se divertir.

Só no Brasil existem cinco a 11 milhões de pessoas que sofrem desse mal, de acordo com a Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos (ABRATA).
Causas

A causa exata da distimia não é conhecida. A distimia pode ter causas semelhantes à depressão tradicional, incluindo:

Fatores bioquímicos: pessoas com distimia podem ter mudanças físicas em seus cérebros. O significado destas mudanças ainda é incerto, mas pode ser um caminho para buscar a causa
Fatores genéticos: a distimia parece ser mais comum em pessoas com grau sanguíneo de parentesco

Fatores ambientais: tal como acontece com a depressão, o ambiente pode contribuir para a distimia. As causas ambientais são situações da vida que são difíceis de lidar, como a perda de um ente querido, problemas financeiros ou um alto nível de estresse.

Fatores de risco

Certos fatores aumentam o risco de uma pessoa ter distimia. Veja:

  • Ter um parente de primeiro grau com distimia ou depressão
  • Eventos estressantes, como a perda de um ente querido ou problemas financeiros
  • Ser excessivamente dependente de aprovação e atenção das pessoas próximas.
  • Entre os pacientes que possuem algum transtorno mental, aproximadamente 36% apresentam sintomas depressivos leves e de longa duração – indicando um quadro de distimia. Dessa forma, é comum uma pessoa que tem um transtorno mental, como pânico ou fobia, desenvolver sintomas depressivos. É o que os psiquiatras chamam de "comorbidade", quando dois ou mais quadros psiquiátricos se associam num mesmo indivíduo.

Sintomas de Distimia

Os sintomas da distimia são os mesmos da depressão maior, mas em menor número e menos intensos. Os sinais podem incluir:

  • Tristeza ou humor deprimido na maior parte do dia, ou quase todos os dias
  • Perda de prazer nas atividades que antes eram agradáveis
  • Grande mudança em peso (ganho ou perda de mais de 5% do peso dentro de um mês)
  • Perda ou aumento do apetite
  • Insônia ou sono excessivo quase todos os dias
  • Inquietação
  • Fadiga ou perda de energia quase todos os dias
  • Sentimentos de desesperança, inutilidade ou culpa excessiva quase todos os dias
  • Problemas de concentração, que ocorrem quase todos os dias
  • Pensamentos recorrentes de morte ou suicídio, plano de suicídio ou tentativa de suicídio.
  • As pessoas com distimia também apresentam altas taxas de faltas no trabalho, comparáveis as taxas de abstenção pode cardiopatias – uma das causas mais comuns no mundo inteiro.

Em crianças, a distimia pode ocorrer juntamente com o TDAH, distúrbios de comportamento ou de aprendizagem, transtornos de ansiedade ou deficiências de desenvolvimento. Exemplos de sintomas distimia em crianças incluem:

  • Irritabilidade
  • Problemas de comportamento
  • Mau desempenho escolar
  • Atitude pessimista
  • Habilidades sociais pobres
  • Baixa autoestima.
  • Sintomas distimia geralmente vêm e vão ao longo de um período de anos, e sua intensidade pode mudar ao longo do tempo. Quando a distimia começa antes dos 21 de idade, ele é chamada de distimia de início precoce. Quando começa depois disso, ele é chamada de distimia de início tardio.

Buscando ajuda médica

É perfeitamente normal sentir-se triste, chateado ou infeliz com situações estressantes da vida. Contudo, pessoas com distimia experimentam essas sensações constantemente durante por anos. Isso pode interferir nos relacionamentos, trabalho e atividades diárias.

Se você apresenta os sintomas de distimia e acredita que isso esteja atrapalhando duas atividades e modo de vida, busque ajuda. Se não tratada efetivamente, a distimia geralmente progride para depressão. Você pode buscar ajuda com profissionais de saúde mental (psicólogos, psiquiatras) ou procurar alguém próximo que pode ser capaz de ajudar, como um amigo, parente, professor, líder religioso ou alguém que você confia.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar distimia são:

Psicólogo
Psiquiatra

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.
O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

Quando os sintomas começaram?
Sua vida é afetada por seus sintomas?
O que você tentou para se sentir melhor?
Que coisas fazem você se sentir pior?
Você tem algum parente tinha distimia, depressão ou outra doença mental?
O que você espera ganhar com o tratamento?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para distimia, algumas perguntas básicas incluem:

É possível tratar a distimia por conta própria?
Como a distimia é tratada?
Psicoterapia pode ajudar?
Existem medicamentos que podem ajudar?
Por quanto tempo seria necessário tomar a medicação?
O que eu posso fazer para me ajudar?
Você teria algum material impresso que eu posso levar comigo? Quais sites você recomenda?
Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Distimia

O diagnóstico é baseado nos sintomas da pessoa. No caso de distimia, esses sintomas devem estar presentes por um longo período de tempo e ser menos grave do que nos pacientes com depressão.

O médico ou médico vai querer ter certeza de que os sintomas não são o resultado de uma condição física, como hipotireoidismo. Dessa forma, podem ser pedidos alguns exames de sangue e imagem para descartar outras possibilidades.

Será feita então uma análise psicológica completa, incluindo uma discussão com profissional da área de psicologia ou psiquiatria sobre os seus problemas, sentimentos e comportamento geral. Pode ser que você precise responder um questionário que ajuda no diagnóstico.

Tratamento de Distimia

Os dois principais tratamentos para a distimia são medicamentos e psicoterapia. Os medicamentos parecem ser mais eficazes no tratamento de distimia quando combinados com a psicoterapia.

Qual o tratamento se aproxima do seu quadro irá depender de fatores como:
  • Gravidade dos sintomas
  • O desejo do paciente de resolver questões emocionais ou situacionais que afetam sua vida
  • Preferências pessoais do paciente
  • Métodos de tratamento anteriores
  • Capacidade de tolerar medicamentos
  • Outros problemas emocionais que podem ocorrer junto com a distimia.
  • Medicamentos para distimia


Tipos de antidepressivos mais comumente usados para tratar a distimia incluem:
Inibidores seletivos da recaptação da serotonina (SSRIs)
Inibidores seletivos da recaptação da serotonina e da noradrenalina (ISRSN ou SNRI)
Antidepressivos tricíclicos
Quando se tem distimia, é necessário fazer acompanhamento médico e, se necessário, tomar antidepressivos para manter os sintomas sob controle.

Psicoterapia para distimia

A psicoterapia pode ajudá-lo a aprender sobre a sua condição e seu humor, sentimentos, pensamentos e comportamentos. Usando as ideias e conhecimentos que você adquire na psicoterapia, é possível aprender habilidades de enfrentamento saudáveis e gestão de estresse. A psicoterapia também pode ajudá-lo a:
Aprender a tomar decisões
Reduzir padrões de comportamento autodestrutivo, como a negatividade, a desesperança e a falta de assertividade
Melhorar a sua capacidade de funcionar em situações sociais e interpessoais de trabalho.
Você e seu terapeuta podem discutir que tipo de terapia é ideal, os objetivos do tratamento e outras questões, como a duração do tratamento.

Convivendo/ Prognóstico

A distimia não é uma doença que você pode tratar por conta própria. Mas, além de tratamento profissional, você pode tomar estes passos:
  • Siga o tratamento à risca. Mesmo que você sinta desmotivação, não deixe de tomar os medicamentos e frequentar a terapia
  • Aprenda mais sobre sua condição. Busque sites com informações sobre distimia e encontre pessoas que também convivem com a doença. Isso pode te ajudar a entender o que é normal do tratamento e como passar pelas dificuldades
  • Preste atenção aos sinais de alerta. Entenda o que desencadeia os sintomas de distimia e quanto é preciso ficar alerta para recaídas
  • Mantenha-se ativo. Pratique exercícios ou outras atividades que te façam bem, como jardinagem e leitura
  • Evite drogas e álcool.
  • Complicações possíveis

Não é incomum para uma pessoa com distimia também experimentar um episódio de depressão ao mesmo tempo. Isso é chamado de depressão dupla. É por isso que é tão importante procurar um diagnóstico médico precoce e preciso. O médico ou médica pode então recomendar o tratamento mais eficaz.

Prevenção

Não há nenhuma maneira de evitar a distimia. Entretanto, estratégias podem ajudar a afastar os sintomas de distimia precocemente:
  • Controle o estresse
  • Peça ajuda de sua família e amigos, principalmente nos momentos de crise
  • Obtenha tratamento ao primeiro sinal de problema.

A partir de Minha Vida. Leia no original
Fontes e referências
Revisado por: Fábio Roesler, psicólogo e Neuropsicólogo da Clínica de Cefaleia e Neurologia "Dr Edgard Raffaeli"
Havard Health Publications
Compartilhe no Google Plus

Nota : Editor

Volte sempre.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

82 comentários:

  1. Estou em tratamento a dois anos e meio e já perdi totalmente a esperança de melhora. Não adianta você se ajudar e o meio em q você vive não colabora no entendimento da sua doença. De uma pessoa ativa e promissora me tornei algo sem esperança e desmotivada, não consigo sair das minhas crises e quando consigo volto para elas muito rápido. Remédios não me adianta mais. Vale a pena viver assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei que fosse louco por ter esses pensamentos, mas conheci o blog e vi que tem outros como eu.
      Vivo em constantes confrontos internos... Isso tá acabando comigo

      Excluir
    2. Sinto esse mesmo problema. Estou agora deitado e pensando direto na morte como forma de saida desse mundo cansado, hipocrita e estupido. Sou católico e vejo que a minha fé ou religião nao estao me ajudando. Tenho muitas dores internas. Feridas abertas que ninguém entende. Além de tudo isso, ainda tem o estresse do trabalho e da família.

      Excluir
    3. Nossa é muito complicado mesmo. Queria falar com alguém sobre isto. Sou mulher tenho 36 anos e não sou infeliz, mas o meu cansaço da vida é muito grande! Já trato uns 2 anos e meio e vivo porque vivo :/
      É difícil explicar o esforço para fazer o mínimo. Que coisa!

      Excluir
    4. Oi boa noite,
      Passei mais de 20 anos com uma dor na alma,um vazio,um sentimento que dizia pra mim não ter jeito.
      Qd criança tentei suicídio, e sempre me achava inferior e infeliz.
      Me fez muito mal e engessou...ninguém sabia o que eu sentia ....somente Deus.
      Porém no dia em que decidi entregar minha vida,meus desejos e depositar tudo em Deus minha vida mudou.
      Gente minha vida mudou desde entao,não é religião é Deus.
      O vazio foi preenchido por Deus e tudo passou ...vida nova.
      Somos tão importantes que nosso paizinho fez me parar aqui pra dividir com vcs.
      Se precisarem de um ombro,serem ouvidos,estou aqui ...
      Wts 81 996857050.
      Beijo grande no coração e não esquecam Vcs são muito especiais p Deus.

      Excluir
    5. ANÔNIMO15 DE JUNHO DE 2015 00:42,

      Olá, posso fazer-te uma pergunta?

      Excluir
    6. Lendo os comentários aqui, percebo que o tratamento de nada adianta. Tenho 43 anos e acho que a essa altura, nada mais adianta para mim, já que minha vida NUNCA fez sentido. Depois que fui deixado de repente pela mulher que tanto amava e respeitava é que tudo terminou de desabar mesmo para mim, pois ela fez com que eu me sentisse um lixo imprestável. Não consigo deixar de pensar o quanto minha vida é miserável (não no aspecto material) e sem sentido. Então, não vou perder meu tempo com tratamento nenhum, que não resultará em nada de positivo.

      Excluir
    7. Acho que todos tem uma dor e uma ferida na alma. O importante saber lidar com isso. Uns tem mais força de lutar, outros não. Me incluo nos dois tipos, muda apenas os meses, alternadamente. A coisa que mais quero na vida é encontrar um amor que eu possa ama lo e que ele me ame tambem. Quero tanto viver isso. Anonimo do dia 9 vc ainda tem a sorte de sua vida nao sr miseravel no aspecto material. Nao tenho nehuma seguranca na minha vida material, mas ainda bem q pararam as crises de ansiedade em razao disso.

      Excluir
  2. Eu acho que tenho isso ai... eu nem sei mais o que eu tenho... So sei que eu nao tava bem por muito tempo e apareceu um homem na minha vida... Eu fui muito sincera com ele, sobre como eu estava e minha condicoes, mas ele insistiu que sim, que queria namorar comigo.. O.o Qual nao foi minha terrivel surpresa ao descobrir que ele estava me traindo... vi fotos pelo facebook, eu nao tinha e nem ele... mas ele nao me contou que tinha criado depois. E quis ferrar comigo... e conseguiu. Pois ja faz dois anos e meio que tudo entre nos acabou, mas ainda lembro dele. Nao seria mais facil ele ter sido digno e terminado comigo? Tudo bem, ele seguiria o caminho dele... mas nao, a traicao so piorou meu estado que ja nao estava bom. Custa as pessoas terem RESPEITO umas com as outras? Mereci pois fui idiota e idiotas merecem tomar na cara, so assim aprendem a ser espertos. Eu tinha falado para ele que precisava de um mes para mim, estava fazendo tratamento, nao tava com a cabeca muito bem...Mas Oh esse foi meu grande erro O.o...pois nao,ele nao esperou eu encontrar um pouco de equilibrio, o que ele achou? Que eu estava dando para o terapeuta? certamente e ai foi a desculpa para ele comecar a me trair. Porque? porque as pessoas nao podem esperar um tempinho que seja, o mercado de gente esta ai disponivel via facebook especialmente e na hora. Quem mandou eu ser a moda antiga, me ferrei e mereci. Agora, so esperar esquecer de uma vez por todas e tocar a vida adiante. Agradeco o espaco para esse desabafo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lamento por isso. Comigo aconteceu algo parecido. A diferença é que a mulher me deixou de repente e um dos motivos, acredito que seja por eu ser também um cara romântico à moda antiga. Não tinha e nem tenho face nem what sapp, e ela às vezes me cobrava. Só que ela dava a entender que isso não importava tanto. Mas ela depois deixou claro que isso influiu em sua decisão, pois dizia que "éramos diferentes demais" Não sabia que meu amor sincero por ela seria tão desvalorizado por coisas tão fúteis. Ela disse uma vez que nunca teve um homem tão carinhoso e cavalheiro que nem eu, mas nada disso foi suficiente, pois ela não hesitou em me tratar como um lixo e quando quis saber pelo menos o motivo real do abandono, ela virou uma fera (o que nunca tinha visto) e disse que se eu tentasse argumentar, "tudo ficaria pior" Enfim, tenho tentado esquecê-la, mas em vão. Dói e muito e estou sendo consumido pela tristeza e pela mágoa.

      Excluir
    2. Meu ex me traiu.. até ai, coisas da vida, nada de novo nesse mundao. A questao é: tentei conversar e ate dizer para ele ser feliz com outra pessoa, desejei, mesmo com dor no coracao, boas palavras. E ele nao falou nada disso tbm para mim. Falei que eu gostaria de ouvir um pedido de desculpas pelo menos, isso tranquilizaria de algum jeito meu coracao, mas ele simplesmente ignorou. Ou seja mano, o que tem de gente ruim no mundo, que nao presta, nao é brincadeira. Pois, se ele ao menos pedisse desculpas, eu perdoria e me sentiria livre, com dor, mas livre. Ou seja, o cara é um lixo, e o me consome é a raiva desse lixo humano. Vi depois que ele fala as mesmas porcarias que ele falava para mim, para um monte de tonta igual ao que eu fui.

      Excluir
    3. Fico impressionada com sua narração. Sempre quiz um homem romantico a moda antiga e nunca tive. Pq será que tudo acontece ao contrario? Quando queremos nao temos e só atraímos perfis opostos?

      Tenho 30 anos e vivo numa gangorra emocional. Há 1 ano iniciei um tratamento via remédios, mas há 20 dias decidi abandonar tudo pra saber se ja estou curada. mas ja estou arrependida, pois ja estou tendo pensamentos funestos e vim parar nesse site...

      Excluir
  3. Oii tenho 14(não irei revelar meu nome pois e muito feio e tenho medo de sofrer rirem dele) não tenho amigas sou sozinha, na escola e a mesma coisa eu me sinto muito culpada por não ter amigos e amigas,fico pensando pq deve ser que eu sou feia d+ isso me doi muito eu choro sempre e já estou entrando em depressão sou muitoo timida e isso impede de eu ter amigos e um namorado.Penso muito em me suicidar pq a minha vida so dá errada pelo menos eu ia está em paz me sinto um lixo e as pessoas não percebem eu so queria uma amiga de verdade :*( espero que vcs me ajudem :*(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que as coisas deem certo para vc. Vc e muito jovem nao merece sofrer. Sobre ser feia demais, cuidado com essa analise, pois vivemos numa sociedade doente que valoriza exageradamente apenas aparencia.

      Excluir
    2. Concordo com a resposta e assino embaixo. Também sofro com essa questão da supervalorização da aparência nesse mundo hipócrita e doente. Já sofri consequências terríveis por não me encaixar nesse "padrão" que a sociedade comandada por gente em sua maioria mimada e egoísta impõe a todos. Mas você ainda tem muito tempo pela frente, é muito jovem para sofrer. Eu já passei dos 40 e sei bem o que é esse mundo doente. Já estou realmente cansado de tudo e queria partir logo.

      Excluir
    3. Sei bem como vc se sente,sou homem com 24 mas a situaçao é a mesma

      Excluir
    4. Minha vida sempre foi assim também. Hoje tenho 29 anos, mas acho que a fase da escola foi uma das piores, você se sente mesmo excluída, parece ser invisível em uma sala cheia de pessoas. E mesmo querendo muito ser amiga de todos, não consegue nunca se enturmar. Se sua escola for como era a minha, que as turmas basicamente não mudam e todos estão juntos deste o jardim de infância, acredito ser pior ainda, pois depois de um tempo você não é mesmo incluindo em nada, nem mesmo em trabalho em grupo, meus professores me deixavam sempre fazer trabalho sozinha por que eu não tinha um grupo, que já eram panelinhas e eu nunca conseguia entrar em um. Para piorar eu era em gorda e tinha muitas espinhas, até hoje tenho marcas horríveis.
      Não é fácil mudar, também sempre quis ter alguém para chamar de amigo, mas em parte isso depende de nós, é eu sei disso, mas por que não consigo fazer é outra história. Posso dizer que hoje em dia estou um pouco melhor, mas tem épocas como nestes últimos meses que não sei como consigo fazer qualquer coisa. É bom ter um emprego, pois se não sei que nem sairia da cama, amanhã vai ser um dia bem difícil, sei que é muito pessimismo da minha parte achar isso, mas é que já passei por tantas vezes pelo fundo do poço que quando estou assim muito raramente consigo fugir. Desculpa por dizer tanta coisa, sei que preciso falar com alguém, mas ainda sou tímida a ponto de não deixar a maioria das pessoas saber nada sobre mim. Acho que não ajudei muito, mas espero que as coisas melhorem para você.

      Excluir
  4. Acabei de ver q eu tenho 10 sintomas da distimia.
    Mas tbm, a vida não colabora nada comigo. Tenho 29 anos e não consigo arranjar um emprego, e não é por falta de tentar. Pq eu tento sempre. Não consigo nem passar no Enem pra fazer uma faculdade pública, nâo consigo cursos gratuitos, sério, não consigo NADA. Minha vida ta parada. Moro com meus pais e vejo q sou uma decepção pra eles, e as vezes acho q meu pai me odeia. Não consigo entrar em um relacionamento, pq não tenho nada pra oferecer, e tbm ser gorda e usar um óculos fundo de garrafa não ajuda muito. Tenho miopia. Não vejo mais sentido, mais saída. Só vejo q estou perdendo meus sonhos. Tinha o sonho de entrar pra PM, mas isso ja era. Tenho sonho de viajar pelo mundo, mas vejo isso cada vez mais distante. Sem dinheiro pra nada, nem pra cuidar da minha saúde, q tbm é algo bem complicado. As vezes queria q surgisse logo um cancer em mim, pra ele poder me matar. Afinal, sou uma decepção pra todos. Vejo minhas primas mais novas tudo fazendo faculdade, trabalhando, fazendo curso e eu aqui, velha e sem nada. E falo de verdade, não é por falta de tentar. Só q as vezes tentar e nunca conseguir, cansa. Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que não estou em condição de dizer a alguém o que fazer, porque minha vida também é um lixo e não faz sentido algum. Já passei dos 40 e me sinto totalmente derrotado na vida. Mas uma coisa vou lhe dizer aqui, moça: não deseje um câncer, porque o sofrimento de quem tem essa doença é longo e terrível. Essa não é a solução para quem quer morrer rápido, além das dores terríveis que a doença acarreta. Eu vi isso de perto, pois alguns parentes meus tiveram e todos se foram, mas depois de sofrerem por longos períodos. E não se importe com o fato de ser gordinha. Isso não é demérito, e muitos, inclusive eu, acham as gordinhas particularmente interessantes. O problema é a sociedade doente, hipócrita e consumista, que supervaloriza a magreza. A mídia faz um estrago muito grande na autoestima das pessoas porque impõe metas ilusórias e inalcançáveis para a maioria delas.

      Excluir
  5. os animais sao puros, acho que se eu tivesse um amor de um cachorro acho seria feliz. mas nao posso ter. nem isso posso ter. eu nao tenho nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão. Cães e gatos foram os melhores amigos que tive até hoje.

      Excluir
  6. Tenho 15 anos e já tive depressão, há um tempo atrás ela diminuiu e acho que é só distimia no momento. Meu pai é falecido e minha mãe me largou com minha vó quando eu era pequena. Minha vó me dá quase tudo que eu quero, mas não me dá atenção e amor. Nunca me entende e só sabe me criticar, e quando penso qua estamos nos resolvendo, ela é arrogante e fala pra eu ir morar com minha mãe. Não gosto de saber que sou uma grande derrota da família, às vezes penso que morrer resolveria não só o meu lado, como o da "minha família" também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito por você. Tente arrumar um trabalho. Guarde dinheiro e saia da casa da sua vó. Talvez não vá ser fácil, mas você vai poder ter orgulho de si mesmo.

      Excluir
  7. Não acontece do dia pra noite. A gente percebe que está caindo, que está cavando uma cova na qual acabaremos deitados nela.
    Comigo foi assim... e posso dizer... não vai passar.
    18 primaveras que não florescem aqui dentro, espero calorosamente me sentir feliz outra vez embora eu saiba que qualquer alegria que eu venha a sentir, será tão passageira quanto as noites que passo em claro .
    Chego a pensar que estou a um passo da loucura, já tive medo dela mas agora, acho que insanidade me livraria do peso de ter que viver todos os dias como se estivesse tudo bem.
    Não existem remédios para a alma doente.
    A causa?! Ora, excesso de sensibilidade tal capaz de ver o horro da vida. Não consegue ver?! Sorte a sua essa cegueira. Porque eu vejo, vejo a tristeza em cada esquina, sinto as dores de todos que sofrem e me odeio por não pode ajudar ou ao menos não ser normal como a maioria das pessoas.
    Depressão, distimia, tristeza ... Não sei em qual conceito atribuem as características dessa minha sombra mas posso dizer que fica pior a cada dia e hoje mesmo eu morri, não existe mais vida em mim, sou apenas o corpo tentando sobreviver .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me sinto exatamente assim. O excesso de sensibilidade me matou.

      Excluir
    2. Eu vivo numa luta. Procuro ficar so para ter paz pois ao conviver com os outros seres humano, minha paz vai pelo ralo, esse excesso de sensibilidade onde eu enxergo a maldade do outro tambem esta me matando, e eu nao aguento mais! Sinto ate um sensacao fisica.To de saco cheio.

      Excluir
  8. por que nao tem mais comentarios novos? gosto de ler os comentarios

    ResponderExcluir
  9. Sempre tive tendência à depressão, desde criança. Desde criança sempre fui triste e melancólica.
    Meus pais eram frios, distantes e muitas vezes agressivos (fisicamente e verbalmente, me lembro de ofensas muito dolorosas de ouvir, sem razão nenhuma).
    Tenho mais de 30 anos e ao longo desse tempo tive altos e baixos emocionalmente.
    Mas agora sinto que estou indo de vez para o fundo do poço, me separei recentemente depois de mais de 10 anos casada e descobri depois que na realidade fui traída e trocada por outra, pela pessoa que mais confiava na vida, era meu porto seguro, pior que isso foi ouvi-lo dizer tantas coisas que me magoaram tanto, coisas que não foram ditas ao longo do relacionamento foram ditas todas no fim, e isso dói ate agora meses depois.
    Para piorar estou insatisfeita no trabalho alias sempre estive, sempre duvidei da minha capacidade de conseguir ou merecer coisa melhor, me sinto inútil sem valor e humilhada no trabalho, moro com parentes que simplesmente não suporto mais(se aproveitam da minha dificuldade de dizer não). Junte tudo isso e tem uma pessoa indo direto para o fundo do poço. Não sabia que tanta gente se sentia assim, não tenho conselhos nem frases de encorajamento para dar no momento só queria desabafar mesmo, boa sorte a todos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tambem nao tenho conselhos e nem frases de encorajamento. Mas acho que o desabafar ajuda. Por que e muita decepcao que passamos na vida. As pessoas no geral acham que eu sou a boazinha e comecam a abusar demais da minha boa vontade. Nao faco por interesse, mas eu sou uma pessoa pacifica. Mas me impressiona como as pessoas em geral sentem raiva disso e comecam me provocar de tal forma. Fico com nojo de certas pessoas. Nem quero ver a cara delas mais. Isso me entristece. No meu trabalho tem um sujeito que quanto mais estou desgastada pelo volume de trabalho e prazos, ele ri e ainda faz piadas de mal gosto e ainda me humilha... nao passa de um verme nojento.

      Excluir
  10. Eu tambem tenho mais de 30 anos , e vejo que minha depressao comecou quando eu tinha 15 anos , e passei por altos e baixos , pensei que iria morrer pelo tamanho do sofrimento e dor que eu sentia dentro de mim , sempre me isolava , mas pra mim as pessoas me isolavam , e isso era terrivel , nao consegui encontrar ajuda , o que eu fazia era fugir dos problemas , mas acaba entrando em outro e outro... problema e isso nunca teve fim , e hoje se olho para tras vejo que nada mudou , apenas que os anos passaram ,mas o mesmo sofrimento que eu sentia continua igual e pior , porque acumulei mais e mais tristezas durante esses anos , sinto que sou uma pessoa fracassada ,inutil , estou desempregada e nao por falta de trabalho , tenho medo das pessoas me machucarem , de ferir mais os meus sentimentos , sofri muito com fofocas, intrigas , ofensas e sempre me calei , nunca tive coragem de me defender , sempre preferi renunciar e sair do emprego . E agora me vejo aqui em casa , apenas esperando os dias passarem e ver que disperdicei mais um ano sem ter feito nada . Nem coragem pra me suicidar eu tenho ...senao teria feito ha muitos anos atras , mas seje o que for o porque ainda estou aqui sofrendo ,vou ter que esperar e esperar... me sinto sozinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei como é porque isso acontece comigo tb. A depressão começou aos meus 14 anos e nunca mais foi embora. Já fiz tratamentos, tomei remédios, etc, mas nada deu certo. Hoje tenho mais de 30 anos e vi que minha vida sempre foi a mesma. Eu penso que se eu tivesse me matado aos 14 anos, eu não teria perdido absolutamente nada na vida, mas tb sou covarde e ainda não tive coragem de me matar... quem sabe um dia...

      Excluir
  11. Meu nome é D. Estou muito mal, não quero viver minha vida, nao quero existir sou criativo e nao sei como fui parar nesses estado. Eu sempre me senti mais triste que alegre, mas teve epocas na minha vida que consegui ser feliz naturalmente, foram epocas que me sentia livre pra ser eu mesmo e fazer coisas que gosto, ate mesmo nao fazer nada mas nao ter que me preocupar se era certo ou errado. Acho que essa é a saida. Mas o problema é que existem contas, familia e expectativas internas ou externas que nos fazem criar uma vida que nao é o que queremos e aí o vazio chega novamente... ele chegou pra mim. Eu nao quero viver essa vida, mas é a vida que EU criei! parece que nao sei viver, que nao sei escolher minhas coisas, pq sempre que eu to feliz depois de um tempo vem a tristeza e o desanimo, preguiça... Nao espero ser feliz o tempo todo, mas queria ter esperança de ser feliz e ter um futuro agradável, mas do jeito que eu me sinto isso parece impossível. Eu tento ser positivo. Mas tem um buraco negro que me puxa e me da vontade de nao ser nada. Apenas ficar em silencio sozinho ou dormir pra sempre. vou procurar um psicologo. Mas é tao caro! parem de cobrar caro! to tao confuso, to cansado queria ser resgatado... quero mudar tudo sao tantas preocupações, letras maiúsculas dinheiro limpeza e tudo é desnecessário. queria viver ao inves de dormir mas queria viver outra vida. mas qual? eu nao sei como queria viver, so sei que nao quero viver minha vida. obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa sinto igual. Como fazemos para suportar? Eu já tenho 36 e estou farta.
      Aff!

      Excluir
  12. É o D. to lendo os comentários, gente procurem ajuda, vao ao um psicologo! Mulheres que falam de traição e solidão. nao deixem que outra pessoa seja seu motivo de existir, busquem saude busquem ser algo. mas busquem! cuidem de vcs, encontrem a beleza! em vcs e na vida... façam amizade, saim de casa, mudem tudo, (to ate mais calmo, acho q quero ser psicologo mas to com medo de largar a faculdade pela segunda vez... to com medo... ) até

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. D. se é tão fácil porque você não faz isso ???
      Se fosse fácil assim não ia ter gente depressiva no mundo, você faz parecer que com uma varinha magica a pessoa se livra da depressão...

      Excluir
    2. Nao é fácil, mas nao devemos no conformar nem desistir, devemos buscar ajuda... é melhor se revoltar a se conformar com o que ou quem te fez e faz infeliz...

      Excluir
  13. Quem não tem, nem nunca teve depressão não sabe o que é isso. Muitos dizem que é frescura, falta do que fazer só quem tem sabe o que sente.
    Os dias serem quase sempre cinza, nada mais ter graça, uma vontade de chorar sem explicação e de sumir. Chega uma hora que você não suporta mais nada, emprego, família, vida social, tudo perde o sentido.
    Você luta, mas não sabe nem contra o que esta lutando. Estou assim agora, acho que sempre estive só que agora sinto que esta mais forte que nunca.
    Sinceramente não sei onde isso vai dar, o que tem no fim da estrada de quem sofre com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tambem me sinto numa luta comigo mesmo. Sei q tem casos piores do que o meu, e as poucas pessoas com as quais me relaciono nem desconfiam que estou com depressao. Vou mascarando, mas estou ficando cada vez mais cara de pau... evito reunioes familiares, nao ligo para nnguem, nao atendo o interfone. enfim vou levando assim. Fiz terapia e foi me ajudando, mas agora nao posso mais ir a essa que me fez um pouco de efeito. Me sinto apatico, queria poder amar alguem, mas esta dificil, tenho dentro de mim uma indiferenca pelas pessoas.Posso ate admirar e simpatizar com alguem, mas as pessoas ja nao significam muito para mim...essa frieza me incomoda pois eu nao era assim.

      Excluir
  14. Se me permitem, gostaria de oferecer uma musica aos anomimos aqui que como eu sofrem
    https://www.youtube.com/watch?v=VjEq-r2agqc
    Don't Give Up (feat. Kate Bush)... leiam a traducao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei a musica bonita e a letra também, concordei com a frase: But no one wants you when you lose, é triste mas é verdade, esse mundo é meio doido.

      Excluir
  15. Este site é perfeito pra mim...

    ResponderExcluir
  16. Boa noite! Compreendo bem os comentários de todos aqui, pois eu tb já me senti exatamente como descrevem. Entretanto, faz dois anos que essa angustia diminuiu e tem se tornado menor a cada dia. Pude ver que eu não estava enxergando as coisas direito e tudo parecia ser muito maior do que eu. Mas isso não era verdade. Foi um longo caminho pra sair desse poço. Tive ajuda de uma terapeuta, de amigos, de Deus ( acreditar no bem, ter esperança). Eles me ajudaram a enxergar que eu precisava me ajudar. E eu decidi tentar. Existe uma luz no fim da estrada sim. A gente só precisa se agarrar a qualquer sombra de esperança!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nao queria ser depressiva. Quero sair disso, eu vou tentar com as forcas q ainda tenho. Eu nao quero isso para mim!

      Excluir
    2. ANÔNIMO6 DE JULHO DE 2015 18:17,

      "Pude ver que eu não estava enxergando as coisas direito e tudo parecia ser muito maior do que eu. Mas isso não era verdade."

      Parabéns, a tua frase revela muita maturidade, sabedoria e principalmente, o agir de Deus na tua vida! Teres consciência de que quando sentes dor, de alguma forma não está a ver a realidade tal como ela é, já é meio caminho andado para a tua cura total. Como já dizia Jesus Cristo à 2000 anos atrás: a verdade liberta e a mentira mata!

      Cumprimentos.

      Excluir
  17. Acho que estou com depressão, ou seja lá o que for, profissionalmente sou um fracasso em parte pela minha timidez excessiva e dificuldade de lidar com as pessoas, tenho dificuldade de falar em publico (para mim mais de 3 pessoas já é um publico), minhas colegas fizeram ou estão fazendo faculdade e eu estou numa cozinha aguentando humilhação, só vou trabalhar todos os dias porque preciso, tem sido tão difícil fazer as coisas, coisas bobas como tomar banho ir ao mercado me arrumar para trabalhar(não tenho animo nem para usar maquiagem, coisa que eu gostava) sinto um desanimo e uma tristeza sem explicação.
    Pretendo passar com psicólogo assim que passar a carência do convenio, mas acho que meu pai tinha razão eu e minhas irmãs não servimos para nada mesmo.

    ResponderExcluir
  18. olá!
    Entrei aqui pois pensei em morrer. Então comecei a ler sobre a distimia e comecei a me lembrar q a 7 meses me afastei da igreja que frequentava e que algumas pessoas me fizeram ver que eu tinha um certo problema de depressão. Lá eu estava buscando ajuda mas por algum motivo me afastei.
    Eu havia me envolvido com um cara que frequentava a mesma igreja que eu mas descobri que ele não sentia nada por mim. Me usou pra se aproximar de minha irmã. Eu já havia tido muitas decepções amorosas e ja estava cansada. Estou cansada! Estou com 36 anos. Meu maior sonho era conhecer um cara legal, que me amasse de verdade, me casar, ter um filho, uma familia. (minha familia). Hoje não acredito mais! Acho que meu tempo passou. Não consigo mais acreditar, e isso me traz muita dor. Isso dói muito em mim porque nao tenho amizades, não tenho companhia pra sair, pra tentar ao menos me divertir. As pessoas da minha idade que conheço, todas já formaram familia então não tem tempo pra sairem comigo. Os caras nessa idade ou tem filhos ou são casados. Então procuro conhecer caras mais novos, mas esses só querem curtir.
    Queria poder um dia voltar aqui e dizer que estou bem. Queria ter esta esperança, mas não tenho. Não consigo acreditar que Deus vai me dar o que desejo, não que Ele não possa, mas por não querer.
    Sempre me sinto assim,passo um tempo bem, mas derrepente tudo desaba, fico trancada no meu quarto e não quero ver ninguem, sentindo um enorme vazio na alma.
    Quero ajuda. Tomo um medicamento anti-depressivo a 8 meses, mas sinto que devo fazer a psicoterapia pra ver ser tenho alguma melhora.
    É isso gente!
    Boa sorte pra todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Me identifiquei demais com sua historia. Tanto que me comoveu. Eu como vc tb sonhei em ter uma familia, filhos enfim a minha familia. Provavelmente para tentar ter um pouco de alegria. Pois bem me casei tive filho e acabei me divorciando. Hoje estou sozinha e assistindo de perto o único sonho que verdadeiramente desejei se desmoronar. Meu desejo é dormir e nunca mais acordar. Estou cansada de lutar. Estou farta de viver. Estou desmotivada e cada dia a mais é um fardo difícil de carregar. Sinto que apos certas escolhas não tem como contornar, reverter a situação. Espero que sua vida mude e que consiga encontrar alegria. Um abraço.

      Excluir
    2. Também me sensibilizei com a história. Sou homem, tenho mais de 40 anos e depois de uma vida solitária e namoros ocasionais, pensei que finalmente ia me encontrar na questão sentimental. Eu conheci uma moça há 15 anos atrás, com praticamente a mesma idade minha. Desde então, a gente ficou amigo e de vez em quando se via, até que um dia rolou algo mais forte. Eu já a amava, só que ela parecia não querer nada sério e queria curtir a vida na juventude. Então compreendi e não fiquei forçando nada, mas de vez em quando ela entrava em contato comigo. Ela dizia que nunca tinha encontrado alguém tão legal e cavalheiro, e agora, mais velha, pensei que estaria mais madura para me levar mais a sério. Por incrível que pareça, ela ficou por vários meses me mandando mensagens carinhosas, dizendo que queria ser minha e que me queria. Após nos encontrarmos, ela gostou muito e continuou a me mandar essas mensagens. E há uns 10 dias atrás, ela simplesmente terminou tudo, assim do nada. Quis perguntar o porquê e ela se zangou e me tratou muito mal, o que nunca tinha acontecido. Por que estou contando isso? Para dizer que as aparências enganam. Ela tem a minha idade, e no entanto deve estar atrás de alguém mais novo, mesmo com o amor sincero e respeito que tinha por ela. Isso simplesmente não importa para ela, mesmo sabendo que o garotão que ela deve ter arrumado, só vai querer curtir. Também acho que meu tempo passou e dificilmente acreditarei em amor verdadeiro de novo, embora o meu por essa moça o fosse. Pensei até em procurar ajuda psicológica/psiquiátrica, mas vejo inúmeros relatos dizendo que de nada adianta isso. Não estou lhe desencorajando a fazer. Pelo contrário, faça, e se der resultado, venha aqui nos dizer, até para servir de motivação. Espero que consigas sair dessa e desejo sucesso em seu tratamento. Abraço.

      Excluir
  19. Será que tem alguem que tem depressão,que sofre disso a anos,que pensa todos os dias em se matar,que buscou ajuda,mas não encontrou,que não tem apoio da familia,que não tem amigos,como eu,e que more perto de mim?
    Eu preciso tanto de um amigo,sou uma garota tão sozinha e cheia de feridas abertas por lembranças de um terrivel passado,eu gostaria de ajudar alguem que tambem seja assim,alguem que foi quebrado,alguem que acreditava,mas agora não sabe oque é esperança,alguem com quem eu,não precise mentir,e fingir sorrisos.
    Sou de Belo Horizonte,se vc tambem é,entre em contato comigo:thinspotobebeatiful@gmail.com

    ResponderExcluir
  20. Triste por nao ver saida.

    ResponderExcluir
  21. EU não sei quem é você. Mas eu preciso muito conversar com alguem que me entenda, porfavor fale cmg (99) 99206-1963
    Sou menina, tenho 18 anos.
    Preciso de um amigo neste mundo, eu nao aguento mais!

    ResponderExcluir
  22. So passei aqui para desejar boa sorte a todos nos, eu tenho uma luta dentro de mim que esta me acabando...Me entristece ver que as pessoas me deixam para baixo e eu nao aguento mais viver assim.

    ResponderExcluir
  23. Olá. Assim como vocês eu também sofro com esse mal. Vou deixar meu whtas pra quem quiser conversar sobre o assunto. 13 981003512

    ResponderExcluir
  24. Achei interessante o artigo porque eu não conhecia a distimia e nem meu psiquiatra havia falado sobre isso. Tenho 41 anos e sofro com depressão desde criança. São crises longas as vezes de mais de 2 anos e tive 3 grandes crises nos últimos 7 anos, na verdade estou vivendo a terceira agora. Já fiz psicoterapia também mas não vi resultados talvez porque eu não tenha me esforçado o suficiente. Os antidepressivos é que me salvam mas tem semanas que não sinto prazer nem em levantar da cama, a dor emocional é insuportável e não tenho vontade de interagir com ninguem, a vida perde o sentido. Mas sou lutador, não me entrego facil, mato um leão por dia e faço tudo sozinho sem apoio familiar. O que eu mais repito pra mim mesmo é "tenha calma, tenha calma, vai passar" e repito isso mentalmente o dia inteiro e as vezes da certo. Agora tenho uma nova chance de abordar a distimia na minha proxima consulta. Aos que ficam digo apenas que não desistam, por pior quer seja nada é tão ruim quanto parece, apenas lutem, na falta de quem lute por voce sejam seus próprios herois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tambem assim como vc, tenho que me virar sozinho por nao tenho apoio familiar, meus irmaos ja me deram a entender para nao contar com eles. Tenho 37 anos, e descobri recentemente lendo artigos na internet que tive ou estive bem perto de ter um colapso nervoso. Como nao fui ao medico por todas as complicacoes de um sistema precario publico, medo e tudo mais, nao tomei remedio e nao sabia o que estava acontecendo comgi, apenas que eu me sentia desmoronar. Problemas em casa, peseguicao no trabalho por gente gananciosa que achava que se fui contratado ele ia ser demitido, e por fim traicao amorosa me fizeram colapsar. Mas agora eu sei o que aconteceu. Fiquei m bom tempo com medo de gente, e me relacionar com as pessoas me dava medo e ansiedade entao me isolei. Hoje estou tentando me reconstruir, mas ainda tenho altos e baixos.E lutar e o que faco diariamente. Hoje se sou desrespeitado no trabalho, afinal sou subordinado e nao consegui sucesso profissional, eu ja resolvo na hora, tento ser firme e nao dar moleza a gente folgada e abusiva, pois tenho muito medo de voltar para aquele estagio que um dia estive, por ter sofrido abuso moral e humilhacoes. Por isso eu digo uma coisa, se vc se sente esgotar, de um sinal de alerta para as pessoas e nao deixe chegar as ultimas consequencias.

      Excluir
  25. Oi, tudo bem?
    Irónico eu perguntar isso,bom meu nome?nao interessa ,quem eu sou? Alguém no meio desse universo gigante e cheiro de pessoas egoístas e hipócritas, alguma vez você disse para você mesmo que esta feliz? Não ? Nem eu, acho que nunca me senti plenamente feliz sempre que começava a subir alguém me puxava para baixo de novo.
    Eu tenho medo de espelhos, tenho medo de reflexos, na verdade tenho medo de mim, ou do monstro dentro de mim, tanto faz, sou eu do mesmo jeito.Isso nao vai fazer sentido algum ,mas e daí, porque faria sentido se nem eu mesmo faço sentido, uma pergunta:
    Vocês tem medo de que?
    É normal odiar quem é normal?
    Porque se for eu me odeio.
    Alguém consegue me ouvir?
    Não, pois é nem eu, acho que estou rouca de tanto de tanto gritar.
    Desculpe não escolhi nascer ,ate porquês se eu tivesse opção preferia nao ter existido.
    Desde quando eu era pequena minha mãe me odiou, mas ela tinha razão eu estraguei a vida dela, até hoje eu sou uma inútil sinto muito sou um fracasso, me desculpe mãe tem toda a razão de me odiar, me desculpe mundo por ocupar esse espaço com algo tão ridículo ,me desculpe a todos que tiveram que me conhecer , eu nao tive escolha, a vida nao é justa mas se nem a justiça é totalmente justa porque a vida deveria ser?agora qual é minha última opção ? Nao sei, eu tenho opção ?sim talvez a morte seja a solução, sim talvez seja , o que vocês acham?
    #Sra. Smile

    ResponderExcluir
  26. é,to meio perdido por aqui nesse mundo,não tenho mais vontade de estar aqui,não sei mais o que fazer,acabei confiando e gostando de pessoas fúteis e mentirosas e não consigo seguir em frente,se fosse um erro,uma tentativa que deu errado,eu entenderia,mas quando tudo dá errado não dá pra ter esperança de que as coisas vão melhorar,vivi até pouco tempo atrás cheio de sonhos,mas aí tentei ir atrás deles e me perdi no caminho da vida,fracasso e derrota sempre tentando acertar,talvez minha vida seja uma das que são criadas com proprosito de dar errado mesmo,tem pessoas que simplesmente tem azar em tudo,talvez seja isso,cansado de viver em um mundo de aparências onde um rostinho bonito eh tudo que importa,cansado de estar vazio,sentir que ninguém se importa com vc...

    ResponderExcluir
  27. Tenho um filho de 2 anos que achei que preencheria o enorme vazio... nada aconteceu... hj luto com esses pensamentos que me atormentam. Sensação de não pertencer a este lugar. Olho as pessoas e me pergunto qual motivo disso tudo? Existe uma razão para tudo que acontece? Eu tinha que estar aqui vivendo com essas pessoas que nada tem a ver comigo? Vontade de fechar os olhos e dormir... sono profundo... na verdade conto as horas para chegar a noite pq sei que vou fechar os olhos e por algumas horas estarei meio que morta porque não tenho sonhos... foda é acordar... e saber que são mais 16 horas pedindo pra noite chegar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola!Sei bem como se sente. Por muitos anos tentei ser feliz em vão. Tenho mais de 30 anos, divorciada e criando filho sozinha tudo o que mais queria era dormir e nunca mais acordar. Acordo esperando o fim do dia chegar para poder dormir e me esquecer um pouco dessa vida. Me desligar por algumas horas. É difícil ter que continuar vivendo quando não se tem mais vontade de viver então apenas sobrevivo. Não aguento mais. Que Deus nos ajude. Um abraço.

      Excluir
    2. Me sinto exatamente assim, torcendo para que a noite chegue e eu possa dormir. Mas eu gostaria de dormir e nunca mais ter de acordar; dormir para sempre! dormir... dormir....dormir.... a única coisa que me dá prazer. Apagar, sumir, desconectar... enfim...

      Excluir
  28. Tenho 29 anos e nunca consegui emprego por ser muito gorda, 120 kg. Moro com meus pais, nunca namorei. Fui em uma loja e a mulher falou na minha cara q n me contrataria por ser gorda. Me sinto um lixo e sempre me senti assim. Sofri muito bulying na escola, estranhos me xingam na rua do nada, n consigo fazer amizade, me isolo sempre, já tive uns ataques na rua, n sei se foi de pânico ou ansiedade.
    Não consigo falar disso com ninguém e por isso muita gente acha q sou vagabunda, q n trabalho pq n quero. Tenho pânico de ir entrevistas de emprego, sempre perguntam pela experiência e eu sem nenhuma com essa idade vou dar qual motivo?
    Ninguém sabe a verdade, que penso em me matar a anos mas n tenho coragem, nada faz sentido, choro escondida, tenho inveja de quem morre, é um sentimento horrível q sufoca, quero sumir, dormir e n acordar nunca mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me sinto assim: deslocada, meio excluída e com vontade de morrer. Droga, o que fazer????
      Acho, depois de tudo que li e li muito, a reposta esta dentro de nós:.... Busque, busque, busque exaustivamente: quando encontrar: mergulhe de cabeça, ainda que sem forças, pode acreditar, elas virão... Não tem jeito, infelizmente, não existe fórmula mágica. Temos que sofrer , fazer sem vontade, sem forças, mas temos que fazer.: análise, academia, tomar remédios, etc, etc, etc..... Toda essa coisarada toda, não tem saía e fazer ou morrer!

      Excluir
    2. concordo com vc ... é por ai mesmo, tbm no meu ponto de vista

      Excluir
    3. Minha cara E. Você não é um "lixo". Tens muito valor, acredite. A nossa sociedade é que é hipócrita demais e supervaloriza o que considera "aceitável" nas aparências, mas lembre-se: isso é apenas um ponto de vista de quem tem poder e dinheiro e por isso, dita as regras. Você não é feia e nem um "lixo" por ser gordinha. Não se deixe abater e mande todos irem catar coquinho. Me sensibilizei com seu relato, mas sempre sofri discriminação também por ser negro. Muitas portas se fecharam e perdi muitos empregos, mesmo sendo razoavelmente qualificado, e os filhinhos de papai mimados que concorriam comigo não (a vaga ficava com eles). A solução foi fazer concurso e passar. Hoje, enfrento o racismo do mesmo jeito, mas eles não podem me tirar da empresa, porque sou concursado. Então, aí vai um conselho: faça concurso público. Não sei a sua escolaridade, mas comece tentando passar em algum que exija só ensino fundamental aí na sua cidade ou região. Você ganhará mais confiança, e com o tempo poderá ou não pleitear algo maior, caso já esteja mais segura. Grande abraço.

      Excluir
    4. E esqueci de lhe dizer uma coisa, E. : se não passar na primeira vez ...saiba que é supernormal na vida de qualquer concurseiro. Não desanime por isso e continue firme em seu objetivo. Acredite, são raros os que passam na primeira tentativa. Eu mesmo fiz vários, e ao invés de enxergá-los como fracassos ao não passar, eles me deram experiência para os seguintes. Sempre se tira alguma lição. E devido à minha idade avançada, encontrar emprego em empresa privada não era a melhor opção, devido à essa cultura corporativa preconceituosa contra os mais velhos (leia-se pessoas com mais de 30 anos). Abraços.

      Excluir
  29. Fazia o maior tempo que não passava por aqui. Achei até que não seria mais preciso. Mas hoje boa parte voltou a tona. Estou sentido um medo difuso. Não vendo saída e cansado. Peço a Deus que proteja e ilumine a vida de cada um de nós, e que nos permita viver cada dia que passa protegidos pela sua presença e que seu amor e sua misericórdia nos livre de todos os males, sejam físicos ou espirituais. Que o amor do Pai e do Filho faça morada em nossos corações, cure todas ad nossas feridas e encha os nossos.corações com sua divina alegria e sua paz. Vamos pedir,todos nós, uns pelos outro. Deus que e misericordioso nos livrará de todos os males e restaurará nossas vidas. Por Nosso Senhor e salvador e que eu suplico. Amem. Façamos nossas orações para que Deus tenha piedade de todos nós e perdoe nossos pecados e nos abençoe. Amem.

    ResponderExcluir
  30. Tenho 18 anos e não sei o que é felicidade. Sempre maltratado por todos e nem sequer uma pessoa para me ajudar e fazer eu me sentir melhor. Larguei escola aos 15 anos e desde então só fico no computador. Me sinto um inútil, um lixo. Não sei o que fazer... Penso em suicídio mas sei que não tenho coragem de fazer isso. Minha mae não me entende e até me chama de doido e diz que não sou normal e fica me comparando com filhos de amigas dela pra me mostrar o quão fracassado eu sou. Se eu falar disso pra ela ou pra outro parente meu ficam falando deus isso e deus aquilo mesmo eu dizendo que não acredito em deus algum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. anonimo de 18 anos, sobre alguem para lhe ajudar e lhe fazer sentir melhor, esqueca. Estou com 40 anos e a vida me ensinou que nao tem essa pessoa que vai me ajudar e me fazer sentir melhor. Sei que é triste, mas é a verdade, pelo menos foi o que aprendi. Quem sabe com sorte as coisas sejam diferentes para vc. Pois quando eu mais precisava apareceram pessoas, nao para me ajudar, mas para me criticar e me pisar mais ainda... E isso é muito curioso, pois quando vc esta fraco as pessoas criticam ainda mais e quando vc esta forte, elas vem puxar saco. Mas nao se iluda nem com criticas e nem com elogios. Lute por vc e nao espere nada de ninguem, senao com certeza vc vai se decepcionar.

      Excluir
    2. Você anônimo de 40 anos respondeu o de 18 e eu que me senti lisonjeado pelas palavras. Muito obrigado, sinto -me assim sabe. Sou casado, 28 anos, pai e estou concluindo uma engenharia. Sabe como é você estar derrubado e os outros te derrubarem mais ainda?? Sua propria esposa não te da forças e você se sente cada vez mais incapaz? É assim como me sinto. Desejo a morte, como um faminto espera a comida que não chega. Mas é isso ae, amanhã é mais um dia e daqui a pouco esse que estou hoje se acaba e me sinto melhor em saber disso.

      Excluir
    3. Concordo. Também cheguei à conclusão de que ninguém tem vontade genuína de ajudar ninguém, mas se tiverem uma oportunidade para pisarem na nossa cabeça, o farão, sem hesitação. Também já fui muito maltratado por pensar diferente da maioria e por não acreditar na hipocrisia religiosa. A maioria das vezes em que fui maltratado e perdi amizades ou relacionamentos foi por não seguir uma religião ou não frequentar nenhuma igreja. Por isso, acho que religião mais desune e destrói do que o contrário. Sorte para vocês, amigos!

      Excluir
    4. Ditadura religiosa.. pavosora.

      Excluir
  31. Hoje li que o Ricardo Boechat jornalista teve uma crise de depressao aguda e fiquei com medo. Se ele que tem carreira solida, dinheiro, filhos criados, casamento solido, circulo de amigos, inteligencia, mente articulada, escreve bem, enfim uma vida boa, logico que com o merito dele, mas se ele teve crise de depressao terrivel assim, entao o q dizer do risco da maioria das pessoas?

    ResponderExcluir
  32. Meus ultimos 15 anos foram de sofrimento, angustia, frustrações, desilusões, humilhações, fracassos e solidão. Nesse periodo nunca pude dizer: Sou ou estou feliz!
    Não aguento mais viver assim...
    Hoje sou rodeado de pessoas legais.... o problema está em mim...
    Parece que não pertenço a este tempo e lugar.... tem algo errado
    Todos os dias desses 15 anos me vem em mente o desejo de morte... só não fiz porque me falta coragem e ainda tinha, la no fundo, a esperança de que tudo poderia mudar.
    Sempre lutei pelos meus sonhos, mas qdo parece que vai dar certo, sempre acontece algo que estraga tudo...
    Também, por ser ansioso, fiz muita merda, de que não me perdoo..
    Confesso que estou cansado de lutar contra a maré e o restinho de esperança que tinha está desaparecendo.
    Só me sinto em paz quando anoitece e estou no escuro do meu quarto... daí torço pra que não amanheça. E se durmo, torço pra não acordar mais...
    Sinceramente, não sei o que será de mim...Estou em crise...
    Que Deus ajude nos ajude

    ResponderExcluir
  33. Procurem no Youtube os vídeos do psicólogo Gasparetto sobre depressão e sobre como lidar com os problemas. Garanto que vão ter uma perspectiva diferente. A mudança é de dentro pra fora. Quando vc muda de atitude, até as pessoas ao redor mudam. Sua vida pode ser bem melhor, basta mudar um pouquinho a cada dia.

    ResponderExcluir
  34. Totalmente sem sono, resolvi procurar artigos/assuntos relacionados à depressão e acabei encontrando essa publicação que vai muito de encontro com o que venho passando nos últimos cinco anos (sim, é muito tempo). Venho perdendo a vontade de realizar meu trqbalho, que antes era uma grande satisfação. Tenho me ausentado do trabalho, pois não tenho forças pra sair de casa. Comecei um acompanhamento com psicológo mas ñ sei se está de fato mr ajudando. Tudo contribui para que meu estado ñ melhore...ambiente familiar (moro com meus pais ainda) tenho condições financeiras de morar sozinha, mas tenho medo de deixar meus pais sozinhos e eles passarem alguma necessidade ou até mesmo acontecer algo pior e eu ñ conseguir lidar com isso depois...pois sei que irei me culpar.
    O ambiente no trabalho também ñ é dos melhores, muita fofoca e falsidade e já ñ estou conseguindo ser simpática com as pessoas sabendo o quanto são falsas. Já exonerei um cargo pois achei q me sentiria mais leve apenas com meio período de trabalho...doce engano...no começo parece q tinha resolvido alguma coisa...depois comecei com a mesma sensação de antes....minha ideia agora é pedir um licença sem remuneração, pelo prazo de dois anos e tentar até mesmo outra campo de atuação....talvez o que antes me trazia felicidade agora é como se fosse um fardo...quem sabe mudando de area consiga me ajudar....sinceramente estou totalmente confusa....gostaria da ajuda de vcs através de comentários....quem sabe ñ encontre alguma ajuda aqui e possa oferecer ajuda também.
    Me desculpem o desabafo....me perdoem pela falta adequada de pontuação....realmente precisava escrever todo esse descontentamento que venho sentindo....comigo, com minha família(apesar das preocupações com minha mãe principalmente) e com meu trabalho.
    Tem momento que realmente penso em me matar....tamanha minha tristeza com o rumo que minha vida tomou....me sinto culpada por eatar passando por isso....sempre fui responsável no trabalho e agora com tantas faltas estou passando papel de irresponsável e isso acaba ainda mais comigo....sei que ñ sou assim...mas está difícil me reerguer.

    ResponderExcluir
  35. Eu vi que a galera que sofre desse mal, assim como eu, gostaria de gente pra conversar, sem precisar fingir e tudo mais, eu decidi criar um grupo no whatsapp chamado "Depressão - Precisamos de ajuda!", quem quiser ser adicionado(a) ao grupo por favor me responda com o seu número abaixo deste comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, gostaria de participar do grupo. Acho que podemos nos ajudarmos. Infelizmente pouca gente tem interesse... De qualquer forma vou deixar meu whats 13 981003512

      Excluir
  36. Li em algum lugar que a ideia de morrer era tentadora, ao contrario do que muitos pensavam, alguem dizia transmitir enorme paz com a ideia de morte. Essa ideia tambem me atrai, de que no fundo a morte na verdade e algo bom. Mas pensei... e se so for maravilhosa naquele momento e depois voltar ao mesmo estado de espirito que vivemos aqui na terra? Ou seja, ser bom a passagem e depois voltar a ser igual estamos aqui.. falo isso no sentido de se existir vida apos a morte... NAO e minha ideia tentar persuadir ninguem a nao faze-lo, cansei dessas pretensoes, apenas quero analisar outros pontos de vista de forma neutra, ou seja, sem moralismos. Quem sou eu para saber da vida dos outros, se nao sei nem da minha... e se voltar a ser esse estado mesmo depois da morte, nao valeria a pena lutar para encontrar a paz de espirito em vida, custe o que custar? apenas uma reflexao mas estou longe de saber a verdade.

    ResponderExcluir
  37. Se me permitem, quero deixar essa cancao para todos nos que chegamos ao fundo do poco...
    https://www.youtube.com/watch?v=ZnWoFGksWtA

    ResponderExcluir
  38. Olá a todos. Eu não vou publicar meu nome pois não vem a calhar agora. Desde a minha adolescência eu sofro de algum mal. Não sei qual é. Desde aquela época eu sempre me achei inferior as outras pessoas quando a questão é beleza, por isso não possuo grandes histórias de amor para contar. Nesse meio tempo descobri que sou meio deslocado. Não gosto das garotas. Sim, sou gay e não desejo essa sina nem para meu pior inimigo. Sabe como é gostar de alguém que nunca vai gostar de você?. Também sou fruto das minhas escolhas. Aliás, todos somos. Quando fui pro Ensino Médio, as coisas melhoraram um pouco. Eu gostava de ir lá, estudar e ter consciência de que poderia passar em uma boa faculdade. Mesmo assim ainda me pegava em pensamentos suicidas, eu era (sou) feio e gay. E pra piorar ainda meio romântico. Sofria por sonhar estar com pessoas que nunca estaria. Beleza, o Médio acabou e eu tive a chance de fazer aqueles três anos valerem a pena. Passei numa boa faculdade, porém ficava longe demais de casa e eu não tive coragem de lá ficar. Foi como se eu jogasse meu tempo de estudo no lixo. Acabei indo pra outra, perto de casa. Má ideia. Vou me formar e não tenho perspectiva nenhuma de emprego. Eu acreditei que se estudasse, ao menos alguma porta se abriria. Hoje sei que todas se fecharam. Apostei que seria bem sucedido, poderia melhorar de aparência - pelo menos um pouco - e que toda minha dedicação aos livros seria recompensada. Bobagem, hoje estou parado , entediado e sem vontade alguma de acordar no dia seguinte. Cansei desse marasmo. Nadei, nadei e morri na praia. No fim, perdi meu tempo sonhando com um futuro que não veio. Retomo, desde a adolescência sou o patinho feio que nunca se tornará cisne. Pra piorar sou gay. E ainda piora não ter futuro algum. Já estou perdendo as esperanças. Não gostaria que isso acontecesse, mas não há mais motivos de acreditar que depois da tempestade vem a bonança. Essa tempestade nunca passa. A propósito minha família não sabe da minha condição. Vivo sob máscaras. Vivo triste. Não vivo, sobrevivo

    ResponderExcluir
  39. Olá pessoal. Parece que enfim encontrei pessoas que passam pelo mesmo sofrimento que eu.
    Só quem tem distimia e depressão sabe o quanto é angustiante viver todos dias assim.
    Desce criança fui quieto, vergonha de tudo, dificuldade de expressar. Se sentir inferior aos outros,
    não ter coragem nem de revidar se for agredido, humilhado, etc...

    Hoje com mais de 30 anos tenho muita mágoa do meu passado. Gostaria de esquecer tudo que passei. Mas vira e mexe sempre lembro.
    Isso realmente é uma doença, porque se fosse natural eu me aceitaria como sou. Mas eu tbm tenho vontades, desejo de ter o que é essencial na vida de um ser humano.
    Tipo amizades verdadeiras, namorada, trabalho que goste, sentir prazer de viver a vida.

    Consegui ir levando aos trancos e barrancos. Pensamentos negativos muito forte, pensar em suicídio também virou rotina. Não me matei ainda por não ter certeza pra onde vou.
    Sou cristão, então pelo que creio iria para o inferno, arder no fogo eterno. E para os espíritas se matar, seria mais ou menos como o filme ''ghost''
    e reencarnaria com os mesmos problemas que ja tenho ou pior.

    Quando se perde a motivação, literalmente para tudo. Vazio na alma, solidão, aflição, angústia. Tudo que é coisa ruim vem.
    E a parte física também começa a sentir dores, outras doenças externas ou internas pra acabar de piorar.

    Parece que é tudo potencializado pra gente. Se perdemos alguém q gostamos, não aceitamos. Pra esquecer demora uma eternidade. Já pensei em matar pessoas para
    soltar minha raiva, ex-namorada claro são as que mais temos ódio.

    Já fui em dezenas de médicos, psicologo, psiquiatras, tomei remédio, não adianta muito. E na verdade os efeitos colaterais são tão ruins quanto a doença q temos.
    Acabei ficando com outro problema grave por conta de medicamento. Ou seja to pior que antes.

    ResponderExcluir
  40. Tô tão cansada de tudo dar errado..
    Sou gorda, fui abandonada quando criança pelos meus pais, criada por meus avos.. minha avó há 3 anos morreu, meu avô em menos de 1 ano já estava casado de novo e havia colocado todos pra fora de casa...
    Me dediquei sempre a minha namorada, que mesmo namorando escondidas (por sermos mulheres), fomos felizes.. terminamos algumas vezes mas sempre voltamos.. só que agora ela simplismete disse que não é capaz de me fazer feliz.. que eu preciso arrumar alguém que me ame e que ela irá pedir isso a Deus todos os dias..
    Tô cansada das coisas darem errado pra mim.. acho que deus se esqueceu de mim! Podia ao menos acabar com meu sofrimento e me levar de vez daqui...
    Que vontade de sumir do mapa!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.