Recentes :

CHORO TODOS OS DIAS ESCONDIDA

"Esse meu relato vai ser taxado por muitos como fútil, bobo, insignificante, mas eu não julgo porque é assim que a minha vida é! Eu tenho praticamente 25 anos e posso dizer que sempre tive uma vida boa, sou a caçula da família e sempre fui regada de mimos, sempre tive tudo que eu queria de forma muito fácil. Hoje eu vejo que parte da pessoa que eu me tornei se deve a todos esses mimos que me fizeram ficar acomodada, preguiçosa e tendo uma visão errada da vida... Meu pai faleceu quanto eu tinha 14 anos e eu sinto tanta saudades dele... Moro com a minha mãe, essa sempre está muito mais preocupada com o relacionamento dela com o namorido do que comigo! Em muitas situações o namorado dela pensa mais em mim do que ela mesma! Eu não consigo abrir a boca e pedir ajuda, eu não consigo conversar sobre como eu me sinto com ninguém, eu tenho vergonha de me expor. Eu até sinto vontade, mas eu simplesmente não consigo! 

Vejo os relatos no grupo e me lembro daquela frase "sempre há alguém pior do que você", mas eu sempre acho que a pessoa pior, no caso, sou eu. Vejo pessoas bonitas reclamando da vida, pessoas com família, com bons relacionamentos, que recebem amor... Eu odeio a pessoa que eu sou. Eu realmente odeio tudo em mim! Eu odeio o que eu vejo toda vez que olho no espelho, porque não sou nem de longe uma pessoa bonita. Nunca trabalhei na minha vida e nesse momento me sinto velha demais pra entrar no mercado de trabalho. Não estou trabalhando, não estou estudando, não tô fazendo nada da vida além de passar dias e dias trancada em meu quarto, comendo feito uma vaca. Mas vou contar o maior dos motivos que me deixa tão perdida...

Tudo "começou" quando um ano e meio atrás eu reencontrei uma pessoa, comecei a me envolver com ele. Fui apresentada a uma forma de vida que eu até então nunca tinha chegado perto de conhecer. Alguém envolvido com drogas, com assassinatos, com coisas que fariam a minha mãe enlouquecer se soubesse. Eu quis ficar com ele! Eu tinha uma fé absurda de que era plano de Deus que a gente tivesse se reencontrado, que era pra ficarmos juntos, que eu iria tirá-lo dessa vida e que ele iria de alguma forma me resgatar também. Não vou ser hipócrita, tivemos momentos muito bons e felizes juntos. Até então eu já tinha tido muitos "namorinhos", gostei de muitas pessoas e até me considero uma pessoa fácil de se apaixonar. Mas com ele foi diferente. 

Eu nunca amei uma pessoa da forma que eu o amo, eu o aceitei como ele era (com todos os seus defeitos e principalmente com a vida que ele tinha/tem). Mas não é aquele sentimento bonito de filmes e novelas. Eu me sinto doente. Eu sinto vontade de morrer por conta de tudo que ele me faz sentir. Ele não é nenhum príncipe encantado, está muito longe de ser. É alguém que sente vergonha de mim, que só sabe me xingar, que só sabe desfazer dos meus sentimentos, que não se importa de se expôr com outras na minha frente, que chama todos os meus sentimentos de drama! Ele nunca me agrediu fisicamente, mas foi por conta dele que eu aprendi que realmente existe essa tal de agressão verbal, porque todas as coisas que ele me fala parece que rasgam a minha alma. 

Chego a pensar que talvez um tapa não fosse me doer tanto do que as coisas que ele fala pra mim. E o fato de eu me sentir tão mal por conta de outra pessoa é o que me deixa mais envergonhada! E eu sei que isso deixou de ser amor faz tempos, é realmente uma doença! Eu não consigo me defender, eu não consigo reagir, eu não consigo me amar mais do que "amo" ele. Faço de tudo para vê-lo feliz, sempre estou disponível para cuidar dele quando ele precisa, quero ele sempre bem, sempre saudável, faço "campanha" pra ele não usar drogas, não ficar bebendo, me faço de tapete pra ele pisar em cima, a minha vida praticamente gira em torno dele, desse amor doentio que eu queria que ele enxergasse que eu sinto. 

Eu não consigo me afastar, parece que uma força maior me prende a ele. Na última briga séria que tivemos (na madrugada do dia 6/9 para o dia 7/9), passamos a madrugada batendo boca e quando ele foi embora, eu me pus de joelhos e comecei a orar, comecei a abdicar de tudo que estava acontecendo. Falei pra Deus que tudo tava errado, que as coisas não eram pra ser daquele jeito, que eu não aceitava mais passar por nenhuma humilhação por conta desse homem. A minha fé em Deus é tudo que eu tenho, é a única coisa que eu tenho. Fui dormir e quando acordei, eu me sentia anestesiada. Passei dias em paz, sem sentir a louca vontade que sinto de ir procurá-lo, mas logo veio a saudade (que eu não sei nem do que) e eu fui atrás dele para recomeçar esse ciclo de ser tratada como lixo. 

Não consigo entender porque eu me permito passar por isso! Eu sinto vontade de morrer, eu penso na minha vida e não vejo motivo nenhum pra continuar vivendo porque acho que todo mundo ficaria melhor sem mim, que eu só existo pra ser um peso na vida de todos que precisam conviver comigo. Eu não sei pra que que eu nasci se não sirvo pra nada, eu não sou uma pessoa merecedora de amor, ninguém me ama. Uma vez eu consegui me abrir com esse cara, falei pra ele como me sentia com relação a minha vida e ele mais uma vez fez pouco caso de mim. As vezes eu acho que ele é a única pessoa que poderia me ajudar, não como um namorado, mas como um amigo (porque é o mínimo que eu esperava ter dele), mas não, ele acha que tudo é drama. Ele é a única pessoa que eu consegui desabafar, foi a única pessoa a quem consegui pedir ajuda. 

Quando falei pra ele que sinto vontade de morrer, ele me disse "então se mata". Imagina como me senti ouvindo isso dele... Cheguei ao ponto de pedir pra ele tirar a minha vida, mas ele disse que não iria sujar as mãos comigo. Nesse momento que estou escrevendo, estou pensando na morte, porque eu a vejo como solução de todos os meus problemas. 

Choro todos os dias escondida e se eu não me matei ainda é porque eu não tenho coragem. Se eu tivesse coragem por alguns segundos, tiraria a minha vida sem nem pensar duas vezes. Eu sou formada em técnico em enfermagem, apesar de nunca ter trabalhado, sei exatamente o que me poderia ser letal, mas me falta a droga da coragem pra fazer! Oro dizendo a Deus que sou grata pelas coisas que ele me deu, mas que eu estou sofrendo e quero que ele me leve. Meus pensamentos sempre são os mesmos: eu quero morrer! Eu quero muito morrer! Fico esperando ansiosamente pelo dia em que eu não vou mais acordar. "

Anônima, por e-mail
Imagem: FreeImages
Compartilhe no Google Plus

Nota : Editor

Volte sempre.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

28 comentários:

  1. Pior do que o suicidio e a razao do suicidio ser um homem ou uma mulher, nao vale a pena, inclusive ja falei isso antes aqui nos comentarios. Nenhum ser humano vale a pena tirarmos a nossa propria vida por dele. Meu ex pisou em mim, mas ele ja tinha ido embora para outro pais... Depois mandou mensagens sistematicamente achando que eu tinha me matado por causa dele... Eu poderia nao ter respondido, deixado com a dor da duvida... mas anta que eu era, respondi e ele comecou a esnobacao de novo... sei la, as vezes parece ate que existe a hora certa de cortar para se libertar e precisamos ser fortes nesse momento decisivo, senao tudo se complica outra vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impressionante como "relação" pode levar pessoas a esse ponto de depressão, etc. Bem, mas a mente humana é assim mesmo. Ou talvez possa acontecer o contrário : a pessoa se sente incapaz de encarar o dia a dia, o mundo e suas contradições, onde felicidade e tragédia obrigatoriamente tem que conviver sem explicações ou mesmo lógica... Aí o apego a outra pessoa chega a esse ponto. Ou seja, de fato a causa verdadeira da depressão não é bem apenas a relação. Mas a incapacidade de viver nesse mundo louco. O problema "amoroso" é apenas um reflexo. Uma pessoa que não tem problemas para encarar o mundo , a vida como é com seus altos e baixos, a labuta para ganhar dinheiro , etc. Essa acaba se desapegando da "outra pessoa" e vive. Mas quando o fracasso na vida se junta ao problema "amoroso" aí é sofrimento em dobro. Se bem que isso não pode medir.

      Excluir
  2. Não pense eu tirar sua vida não
    tmbm tenho 25 anos estou passando quase a mesma situação que você por causa de uma pessoa
    e pra ajudar ele tem namorada e filho d quatro meses e acha q manda em mim
    eu aceito toda essa situação por que amo ele demais demais mesmo ja pensei q se eu morresse seria melhor mas não não temos direito de tirar nossas vidas não iria mudar nada. ..o que nos resta e rezar pra que tudo de certo e seguir em frente

    ResponderExcluir
  3. Olá querida!
    Eu entendo o que sentes. Me sinto exatamente igual todos os dias, Vontade de morrer, sensação de que não sirvo pra nada. Não vou dizer pra você "ah! não fique assim!", por que eu sei que não adianta, é um sentimento incontrolável. Mas te dou uma sugestão: procure ajuda profissional. Faça terapia, análise, qualquer coisa do tipo, mas não "abafe" seus sentimentos. Conversar com pessoas que não entendem o que você sente não ajuda, como esse cara que você cita no seu relato. Isso só piora, pois ele não entende a dimensão de seus sentimentos. Aliás, me desculpe o comentário, mas ele é um babaca!
    Bom o que eu tenho pra dizer é: não menospreze seus sentimentos e procure ajuda profissional, alguém que te ajude a entender o pq de suas angústias e com quem possa conversar. Eu estou fazendo análise há dois meses e tem me ajudado. Não vou dizer que me sinto melhor agora, não. Mas a análise tem me ajudado a me entender e lidar com meus sentimentos, e tem me trazido muita esperança em um futuro melhor!
    Querida, espero que esse comentário te ajude de alguma forma, pelo menos para saber que não está sozinha e que você é importante sim!!

    ResponderExcluir
  4. Gostaria que esse comentário fosse repassado a essa pessoa que escreveu esse e-mail. Só quem já sentiu que sua vida não tem sentido pode imaginar o que vc está passando. Viver acorrentada a tantas dores e sofrimentos por tanto tempo devem ter criados feridas quase incuráveis. Gostaria de conversar com vc por email. Temos muito em comum. Sou mulher e me sinto encompreendida, presa a uma relação que só me faz sofrer. A princípio vou te passar um email paralelo, pq aqui todos tem acesso, depois do primeiro contato te passo um outro email. Fique com Deus e não desista! Ele levanta o abatido e tira o preso da prisão. Basta confiar! mel.farias22Hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Por favor, dê um presente a si mesma buscando ajuda com um terapeuta. Se dinheiro for o problema, existem serviços gratuitos ou a baixo preço, peça pra alguém te ajudar a encontrar perto da sua região. Não se permita permanecer por mais tempo nessa situação em que você está. Procure alguém mais esclarecido, de confiança, ou uma amiga verdadeira pra ajudar você nessa tarefa. Se essa pessoa não existir na sua vida, então aproveita essa mesma energia que te trouxe aqui pra desabafar e busque você mesma no Google um serviço de terapia pra você começar a fazer, pra ontem! Junte esses caquinhos de coragem e tenha confiança que dando os passos certos você vai sair aos pouquinhos desse lamaçal de sentimentos no qual você se meteu. E esquece esse cara que ele não vai te ajudar e as coisas não vão mudar só porque você cismou com isso. A terapia vai te ajudar a desfazer esse conceito, que, francamente, está só te fragilizando e te drenando suas forças produtivas. Força aí, te pega em Deus e pede pra ele te guiar no caminho certo. Beijos e melhoras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse serviços gratuitos são péssimos. Você já se estressa para conseguir. Depois nem sempre disponíveis. Enfim, infelizmente quem não tem dinheiro está perdido. Aliás, como em qualquer tipo de doença. Quem depende de serviço público está perdido. Eu dependo e sei como é. Quando estou adoentado acabo dando um jeito de pagar consulta porque nunca tive plano de saúde. Por sorte as vezes em que fiquei doente - foram doenças simples- eu tinha algum dinheiro ao menos para pagar a consulta. E os remédios também consegui comprar naqueles momentos. Mas vivo assim. Dependendo da sorte, do momento. Qualquer hora dessas vou cair no SUS. E aí... Bem, aí é ver no que dá.

      Excluir
  6. Se quiser alguém para conversar, pra desabafar, alguém que te escute me manda um e-mail. Quero ajudar. queajudaonline@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá preciso d ajuda ! Posso falar contigo?

      Excluir
  7. Olá! Entendo bem o que vc sente. É horrivel apenas estar viva, sem alegria, sem ânimo para nada. Apenas desejando o dia desse tormento acabar. Eu nunca me senti feliz. Desde que me conheço por gente me sentia diferente, um vazio, uma tristeza, vontade de acabar com tudo. Na idade adulta sonhei em me casar, ter uma familia, ser feliz. Tudo em vão apos um divorcio horrivel, sonhos acabados, sozinha de novo e ainda com filho para criar. É horrivel ter que demonstrar alegria quando nao se sente, sorrir, mostrar otimismo, confiança quando não se sente nada dessas coisas. Passo o dia aguardando a noite chegar para poder dormir e esquecer dessa vida por algumas horas que seja. Não sinto vontade de viver nem de ter esperança que a vida pode mudar. Não aguento mais tanta angustia e tristeza. Sou catolica e peço a Deus esperança mas tem sido muito dificil. A dor é muito grande. Que Deus consiga ajudar a vocês todos.

    ResponderExcluir
  8. Olá. li seu depoimento e simplesmente me identifico com você, não na mesma situação, mas sim nas atitudes.
    o que posso dizer é que é realmente difícil decidir entre desistir ou passar por isto por mais tempo, estou muito confusa em relação ao que fazer desta vida. saiba que você não é a única a vivenciar esse tipo de dor,

    ResponderExcluir
  9. queria ler os comentarios novos...

    ResponderExcluir
  10. Anônima sei exatamente o que sente ao ler seu texto parece que eu me lia....e assim como vc eu percebo que apesar de tudo ainda tem esperança em Deus.. Tanto que vc já teve una vez resposta continue orando e peça sua libertação... Independente de religião procure um pastor p se abrir.. E tbm um psicólogo para tomar antidepressivo..se morrer nos livrasse das dores da alma..mas sabe se que iremos sofrer por toda eternidade.. Tente fazer algo por vc! Não é este homem q vai te salvar é Deus! Bjo de outra anônima

    ResponderExcluir
  11. Anônima sei exatamente o que sente ao ler seu texto parece que eu me lia....e assim como vc eu percebo que apesar de tudo ainda tem esperança em Deus.. Tanto que vc já teve una vez resposta continue orando e peça sua libertação... Independente de religião procure um pastor p se abrir.. E tbm um psicólogo para tomar antidepressivo..se morrer nos livrasse das dores da alma..mas sabe se que iremos sofrer por toda eternidade.. Tente fazer algo por vc! Não é este homem q vai te salvar é Deus! Bjo de outra anônima

    ResponderExcluir
  12. Há sempre pessoas que podem preencher o nosso vazio. O mundo é imenso, e há uma pessoa diferente presente neste plano. Eu acredito que quando pessoas boas passam por coisas ruins, tudo que há de bom, vai acontecer pelo resto da vida dela. Tenha forças, se segure, se amarre, mais não faça, não se mata.
    Eu sei que a vida é difícil, mais precisamos ter sonhos para que as coisas se tornem realidade.
    Não acredite que uma pessoa que te maltrate verbalmente seja sua amiga, porque amigos não fazem coisas com essa.
    Eu queria ter visto esse seu post antes, porque eu poderia ser uma pessoa a mais que pudesse te ajudar.

    ResponderExcluir
  13. Eu creio que você esta sofrendo da síndrome de Estocolmo. Eu creio que você tenha coragem de tirar sua vida, mas você tem a esperança do amanhã. Eu recomendaria você pedir ajuda á algum especialista mas não farei isso, você não iria procura mesmo. Mas seu amor doentio e realmente admirável, você poderia escrever um livro pelo o que você tem passado. Já que você fica presa no seu quarto escrever um livro séria uma boa maneira de ocupar a mente. Eu faria questão de ler.

    ResponderExcluir
  14. Quero morrer. Me sinto muito infeliz, tenho uma família linda meus filhos são uma bênçãos meu marido é um homem bom,trabalhador,honesto sinto que sou um estorvo na vida dele quero que ele encontre a felicidade ao se casar com outra mulher. Que o ajude e o valorize pois ele merece.Nao sou uma boa esposa nem uma boa dona de casa.nao sou nem uma boa avó. ..sinto que estou no lugar errado,quero morrer ..quero que minha família fique livre de mim...eles ficaram melhor sem eu.


    ResponderExcluir
  15. Amada ,levante a cabeça creia que Deus muda tudo.
    Sofri mais de 30 anos com a perda de minha mae e Jesus me curou ,ninguém sabia somente eu e Deus.
    Me sentia o pior ser humano na face da terra ,além de sofrer muito preconceito.
    Primeiro conselho que lhe dou,mude as palavras a respeito de VC.
    Os pensamentos TB,no reino espiritual as palavras tem poder.
    Jesus qd tentado usava a palavra de Deus.
    Troque:
    Morrer por viver,sem valor por preciosa aos olhos de Deus,sozinha por amigos e família que Deus levantou,sem forças e sem sonhos por Jesus é minha força e os sonhos de Deus não morrem.
    Vai por mim mesmo sem querer sai deste quarto, toma um banho bem gostoso,se apronte vá ao templo louvar.
    Converse com pessoas de Deus,não se tranque, mesmo amando tanto o rapaz...se afaste dele ...ele precisa de ajuda....
    Hj desfaça desta mentira do inimigo que nada vai dar certo ....Jesus tem o melhor pra VC,ele diz que a glória da segunda casa será melhor que a da primeira.
    Força neste momento.....hj sou feliz e tenho muita paz.
    Trabalho bem,viajo pelo mundo mundo,procuro cada dia desfrutar dos sonhos de Deus,tenho amigos que Deus colocou,família........ele organizou minha vida todinha....colocou tudo no lugar.
    Se precisar veja psicologia e terapeutas cristãos.
    Meu wts 81 96857050.
    Existe o CPPC corpo de psicólogos e psiquiatras cristãos em todo Brasil.

    ResponderExcluir
  16. normal diante o sofrimentos querer a morte já que no momento parace ser a única alternativa eficaz.mas o tempo e principalmente Deus cura nossas feridas e parece que vão ficar sequelas ou marcas ou cicatrizes mas quando Deus nos cura perdoamos a quem nos deu fel e somos tão felizes como nunca imagianamos e afirmamos q homem nenhum neste muno nunca mais nos tirará dos trilhos e nos fará querer morrer pq a vida tá aí pra ser vivida e só Deus pode nos tirar dela!!

    ResponderExcluir
  17. Seu amor é realmente admirável, como disse o anônimo. Mas acredite, Deus não vai te ajudar. Ele não existe, e mesmo que existisse, não permitiria que você passasse por essa situação, mesmo que estivesse "testando você". Se esse cara não te valorizar, deixe ele. Vai ser doloroso, mas não tanto quanto a dor que você sente agora. Seu namorado está te matando aos poucos. Eu não conheço ele, mas pela descrição que você fez, você não tem nenhum futuro nesse relacionamento. Se você não se sente bem com a sua mãe e com seu namorado, eu sugiro que você saia de casa. Mas isso vai ser um problema já que você não tem um emprego. Comece a trabalhar! Talvez a sua vida melhore.

    ResponderExcluir
  18. Eu já passei algo do tipo só consegui vencer isso depois de muitas orações e pedir a Deus que me ajude passei a ficar horas dormindo dias inteiros mas ao pouco fui aprendendo a me olhar primeiro a me arrumar a sentri prazer em pequenas coisas como ler , caminha no parque ter paciência.
    Um dia após o outro saiba que vc não está só e mantenha sua fé em Deus .

    ResponderExcluir
  19. Olá. Também choro todos os dias. E ao contrário de muitos, fico até mais triste quando percebo que outras pessoas podem sentir algo igual ou parecido ao que estou sentindo. Tenho vivido tempos difíceis e meu coração entregou meu amor a um pessoa maravilhosa mas que tem seus problemas pessoas e isso lhe impede de ser amável e companheiro em alguns momentos. Mas a culpa não é dele, tenho este vazia interior desde a adolescência e sei que sempre busquei a tão sonhada felicidade ou a tão sonhada pessoa que fosse ficar ao meu lado e ser meu super-herói. Hoje entendo que esta felicidade deve vir de dentro e que se eu estivesse plenamente realizada por mim mesma nada do que estou recebendo de ruim atualmente iria me atingir tão forte. Falando em força... também à perdi.

    ResponderExcluir
  20. Não me conformo que esse site tenha ficado só no tal Facebook. Milhares de pessoas detestam e não tem conta naquilo. Foi muita sacanagem fazer isso. Criar um espaço onde pelos comentários a maioria tem problemas gravíssimos e muitos como eu se sentem bem - não com os problemas - mas com a sensação de que não estamos sós ao ler os comentários. Palhaçada. Eu não vou fazer conta alguma em Facebook. Sendo assim, me dei mal. Fazer o quê. Tanto faz. Vou terminar de ler as matérias e os comentários e já era. Ao menos emprego um pouco do meu tempo nisso.

    ResponderExcluir
  21. Já senti vontade de me matar.. acabar com td que tava sentindo pois era horrível..mal acabei de perde uma pessoa perdi mais 2 que eram essenciais na minha vida...
    Como se n bastase eu n gosto de mim, me acho feia , horrorosa e chata. Mas na quele momento dd parecia pior do que é hj...
    Nunca consigo falar mt de mim..
    E quando eu começava a querer falar ou a falar, parecia que as pessoas n me levavam a sério ou achava que tava dando mt valor para algo que n tinha...
    Dês de pequena quando percebi que era vulnerável as pessoas ao mundo, eu comecei a meio que me esconder.
    Eu tenho a tive mts sentimentos mas quase nunca consigo demonstrar, mesmo que eu queria.. é difícil..
    Eu quase nunca consigo chorar por um filme ou sentimento triste perto de pessoas.. seja qual for..
    se eu chorar perto de alguém é porque eu to mt mais mt pior que o normal...
    E depois que perdi algumas coisas eu meio que perdi a noção do mundo é como se eu vivesse anestesiada ..
    Como des de mt tempo n conseguia lidar com o mundo real..aprendi a fugir de tudo dormindo... Mas eu ainda tinha sonhos que queria realizar mesmo com tanta dor e n me sentindo eu mesma eu tinha esperança... Mas quando soube que nunca poderia realizá lo.. piorou..
    Larguei td que poderia e comecei a dormir mais a ... Eu só n pensava mais em n matar pk eu conseguia de alguma forma tirar forças de algo que tenho e que fe certa forma depende ta mim...além fe dd eu tinha esperança que Deus iria me mandar meu sonho de outra maneira e ainda tenho esperança..
    após 3 anos e 9 meses do último acontecimento foi como se eu comesace a voltar ao normal ainda com bastante de dificuldade de mostrar meus sentimentos e com mts cicatrizes.... estou começando a voltar..
    meio que aprendir a lidar com minha baixa autoestima e que apesar de ter n demonstro mais nem um sinal, pelo contrário até finjo bastante um egocentrismo...Mas ainda tendo fugir mt da realidade... e nos últimos meses minha família está fazendo dr tudo pra eu mudar, isso me deixa mt mal... apesar ta saber que eles me amam eles só me criticam por eu ser como sou , eu não quero mudar.. Eu to bem assim estou melhorando assim...
    e agora justo agora que aqui na minha casa está um pé ta guerra eu contra minha família td.. (pk ninguém me entende tds acham td um drama ou algo desnecessário )
    Meu sonho que havia meio que se perdido esta vindo, de outra maneira e em outra situação mais ta vindo...
    e minha família está me impedindo ta ter meu sonho realizado...
    ainda dependo deles sou menor de idade n posso fazer mt coisa além ta ser forte e ter esperança...
    minha família parece que n vê que com isso vindo a acontecer eu estarei mudando ainda mais...e na perspectiva deles pra melhor...
    Mas são tds tapado n vem o quanto isso pode me fazer bem...
    Querem tanto que eu pare dormir e comece a fazer algo 'realmente' bom . Que n percebem que se isso acontecer vai ser como um começo ta renascimento pra mim...
    e se isso for tirado de mim vai ser a passagem de volta para meu estado anestesiado, cheio de dor e sofrimento anterior!!!

    ResponderExcluir
  22. Estou passando exatamente pelo mesmo escrito no texto. Exatamente igual

    ResponderExcluir
  23. Nao sei como ajudar.mas te entendo.sinto o mesmo por uma mulher.uma fixaçao..terrivel.uma paixao descomunal..uma dor enorme...quando a conheçi foi um amor fervoroso.nao entendi.larguei familia.me desconcentrei de meu comercio e fui a falencia.acumulei dividas.perdi meu nome.nao conseguia parar de oensar nela.passei a fazer consumo exessivo de alcool.virei um alcoólatra..depressao aguda.tenho vontade de subir em uma torre de celular e me atirar..ou entrar na frente de um onibus.pensamentos morbidos.minha ex esposa sofreu muito quando a deixei..me amava.agora estou pagando mil vezez pior..sou um covarde..ela virou uma doença para mim.me deixou por causa da bebida...a dor do amor e forte..nao tenho dinheiro p procurar ajuda.nao sei qual explicaçao para tamanha dor..algumas pessoas sao fracas.eu...que deus te ajude...tanta gente num leito lutando pela vida e eu e vc querendo nos matar.!por um amor doentio...meus pensamentos nela sao a cada segundo..estou doente...treis dias q nao como.a morte se aproxima lentamente..e dolorosa.vou morrer de inaniçao..um suicidio lento.nao quero te incentivar a tirar sua vida..mais sei o que vc sente.queria tanto um beijo dela agora.poderia ser minha cura.nao queria morrer agonizando assim..so depende de mim..mas perdi as forçaa..procurei esse site para me ajudar..vi uma pesdoa com o mesmo problema..espero ter ajudado alguem que leu isto tudo e tire alguma licao..nao podemos voltar atrás.ame quem te ama!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.