Recentes :

"DOENÇA DO MAL HUMOR": COMO ELA PODE VIRAR DEPRESSÃO

Distimia pode evoluir para depressão se não for tratada. Saiba mais sobre esse quadro crônico e como evitar complicações


A distimia corresponde a uma alteração crônica do humor, mas que não preenche os critérios necessários para ser considerada um quadro depressivo. Os pacientes com distimia apresentam uma alternância entre períodos de depressão e períodos em que se sentem relativamente bem. Na maioria do tempo, entretanto, sentem-se deprimidos, preocupados excessivamente e sobrecarregados; tudo é um esforço, e nada basicamente é desfrutado; apresentam pouca energia e pouca disposição, sentem-se cansados, com mau humor e irritados em graus variáveis; não obstante, são capazes de lidar com as exigências do dia a dia, como as responsabilidades domésticas e profissionais, mas sofrem uma queda na qualidade de vida.

Os estudos científicos demonstram que a distimia aumenta consideravelmente o risco de depressão. Uma pesquisa realizada por Akisal mostrou que 90% dos pacientes com distimia evoluem para um episódio de depressão maior. A maioria destes pacientes sequer sabe que está doente e que poderia ganhar qualidade de vida se estivesse em tratamento.

Tratamento é prevenção

A principal medida para evitar que a distimia se transforma em um quadro depressivo maior é o tratamento. Em medicina a principal medida é a preventiva, ou seja, agirmos antes que as tendências se transformem em doenças. Todos apresentam flutuações de humor que dependerão de inúmeras variáveis ? por exemplo condições do meio exterior, clima, estresse, excesso de informações, problemas circunstanciais, oscilações hormonais, condições de sono, perdas, ganhos, idade e outros. Se pudermos agir logo que os primeiros sintomas da distimia aparecem, o risco desta evoluir para depressão será muito menor.

Os cuidados básicos para evitar a depressão compreendem prevenção do estresse, muita atenção aos hormônios, comorbidades (a presença de outras doenças associadas como distúrbios de ansiedade, compulsões, traumas e fobias), doenças orgânicas (hormonais por exemplo), obesidade, alterações da qualidade do sono, uso ou abuso de álcool e drogas. Todos estes fatores isolados ou somados irão facilitar o desencadeamento da distimia.

Referências
AKISKAL H S,et alii.Chronic depressions . 1981, pp 297-315

 Persio Ribeiro Gomes de Deus
A partir de Minha Vida. Leia no original
Imagem : Gateiro
Compartilhe no Google Plus

Nota : Editor

Volte sempre.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

18 comentários:

  1. O site esta tao bonito, queria poder colaborar com alguma quantia pelo esforco de voces, mas estou com minha situacao financeira tao dificil, isso me entristece mais, e o pior, nao sentir sequer apoio de pessoas com as quais vc se dedicou tanto profissionalmente, isso doi, a falta de reconhecimento doi muito...Eu estou fazendo exercicios do Timo e tambem EFT, para aliviar a dor fisica no coracao que a tristeza gera. Esta me ajudando um pouco, quem quiser procure no google, pois eh bem simples e traz um certo alivio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte, espero que tudo dê certo pra você ^^

      Excluir
  2. Eu não vejo mais graça nessa vida. Não tenho a mínima vontade de viver. Se não fosse minha filha já teria partido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja forte e corajoso!
      Também não tem sido fácil pra mim... mas acredito q em breve udo irá melhorar.

      LisLi

      Excluir
  3. Eu ando assim também não tenho ânimo, parece que nada mais tem graça, vontade de sumir, desânimo"A vida está sem cor, parece q estou morre aos pouco.

    ResponderExcluir
  4. Sou uma mulher muito dedicada trabalho e muito dedicada com meus filhos mas ultimamente.estou morrendo aos poucos. por acusações do meu marido de traição sem Eu cometer isso doi muito

    ResponderExcluir
  5. Ontem foi a quinta vez que tentei suicídio esse mês, toda vez que estou prestes a puxar o gatilho minha filha Sofia bate na porta do meu quarto, ela diz que esta com medo de dormir sozinha, sua mãe Julia morreu faz cinco anos, meus braços estão cheios de cicatrizes, Sofia diz que estou assim por lutar com os monstros, toda vez que ela diz isso eu choro e tomo uma bronca da minha pequena dizendo "Papai para com isso! Super heroi não chora! Eu amo ela tanto o quanto amei sua mãe, hoje ela dorme na casa dos avós, espero que amanhã ela veja seu pai de novo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas você tem que ser forte para ajudar sua filha... acredite que aí dentro tem uma fortaleza incrível... eu estou tentando também todos os dias obter forças para continuar! acredito mesmo que vamos conseguir! Vamos juntos acreditar que a felicidade uma hora baterá em nossa porta e nós conseguiremos abrir a porta para deixá-la entrar...
      LisLi

      Excluir
    2. é taõ difícil ser forte....

      Excluir
  6. Hoje eu deitei na grama e queria que a terra me absorvesse e eu sumisse. O ruim do suicidio e encontrarem corpo, nenhuma familia merece isso, eu queria que nao encontrassem o meu, desaparecer. Penso muito em fugir, em sumir. As vezes sinto raiva das pessoas, e me distancio para nao agredi las... Mas minha vontade e falar muitas verdades, coisas que engulo, mas nao posso engolir mais...uqem sabe se eu assumir esse lado mais estupido eu melhore meu animo, pois ser educada com quem nao presta e atraso de vida. Quem sabe esse e um dos segredos para se libertar da tristeza e apatia... ser estupida com quem realmente merece...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tambem nao suporto as pessoas, as vezes falo com elas mas ja vejo os defeitos e me afasto,são muito falsas, acho que são aberracoes desnecessárias, nada me atrai em pessoas...

      Excluir
  7. Ola pessoal tenho 26 anos sou casada e tenho uma filha de 5 anos que nao mora comigo devido eu estar sempre em crise tive que deixar ela aos cuidados de minha mae desde que ela nasceu,enfim tenho sofrido muito com isso pois todos que me conhecem e ficam sabendo disso ja começam a me julgar,me chamam de monstro e isso me doi muito,mas poxa vida o que eu poderia fazer se nem consigo cuidar de mim mesmo,enfim me sinto tao só pois nao tenho amigas, me sinto tambem tao inutil e incapaz,por isso a vontade de morrer é tao grande, choro todo hora e todo dia isso tem acabado comigo ...

    ResponderExcluir
  8. Eu tbm ultimamente estou muito triste.sem animo.dar impressao que as pessoas ao meu redor nao gostam de mim.amo minha familia

    ResponderExcluir
  9. o fim de linha, o fundo do poco total e absoluto e vc se matar por causa de um macho ou uma femea, li que uma mulher se matou por causa de um sujeito, isso consegue ainda ser pior que o suicidio, esse motivo infame, desgracado. por que nenhum ser humano merece q o outro tire a vida por causa dele. nenhum ser humano e confiavel.

    ResponderExcluir
  10. Eu acho que estou com esse problema ... Não aguento mais viver todo dia que abro os olhos e vejo que ainda estou viva me bate um desespero...Parece mentira mais nos meus sonhos eu vivo mais do que quando estou acordada então queria sonhar eternamente... Não tenho família nem amigos somente meu marido que não aguenta mais me ver dessa forma... Então eu queria sumir o que posso fazer ? Não vejo animo na vida nem alegria não vejo sentido na.minha vida ...pra que estou viva ??? Se eu morrer o mundo continua e não vai fazer diferença nenhuma ... Não aguento mais ..tem horas que não mais fé .. Não confio nas pessoas pq já me decepcionei muito!!! Queria somente sumir ou dormi e não acordar mais ...É muito triste viver assim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sabe anonima, eu tambem acho mais interessantes meus sonhos e eu durmo muito. Tambem nao confio nas pessoas, agora tenho sempre pe atras. familia, esta distante, mas acho bom, porque cansei dos risinhos, perseguicoes, ironias... para que estar familia junta se atormenta sutilmente uns aos outros? Isso ja me abalou profundamente. E tambem nao constitui a minha propria familia. Meus amigos casaram e construiram suas vidas, ja estou distante dels tambem. me sinto so e queria muito encontrar alguem para fazer parte da minha vida, um marido. eu comecei a fazer uma relacao das pequenas coisas que gosto, no comeco foi dificil, mas depois fui descobrindo.. pode ser cor, bebida, planta... encontre as favoritas, um pouquinho cada dia e prestar atencao nelas, quem sabe vai ajudando um pouquinho vc. boa sorte eque as coisas deem certo para vc. tambem quero sugerir os videos do dr. Flavio Gikovate que estao no youtube.

      Excluir
  11. no meu caso a depressao foi agravada por dar muito ouvido aos outros, quando comecei a ouvir mim mesma comecei a melhorar. Ouvia dos outros julgamentos, criticas, indiretas, cinismo, intromissoes, comparacoes... quando me afastei desse tipo de gente e quando comecei a me ouvir, comecei a melhorar. nunca serei o que todos querem e nao estou nem ai para o que os outros querem que eu seja. prefiro ser verdadeira do que mais uma hipocrita no mundo.

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho 30 anos, sou formada há 10 anos e a cada emprego que mudei (3) parece que tudo foi piorando, salário, qualidade de vida.. Hoje estou desempregada, estava em um emprego que não tinha as mínimas condições de trabalho, porém está muito difícil conseguir emprego, estou sempre procurando, tenho um currículo bom, mas as empresas não estão contratando.
    Minha infelicidade começa, que além de eu não ter emprego eu tbm moro com os meus pais, já me sinto uma fracassada por isso é ainda tenho que ouvir do meu pai que sou desocupada, ele sempre me olhando como um peso morto, fora as pessoas sempre me olhando e me julgando como se eu fosse um lixo, uma encostada vagabunda por não estar trabalhando.
    Já pensei em me suicidar tantas vezes e tantas maneiras, mas infelizmente não encontrei nenhuma que não deixe rastros de dor em que amamos, esse é o único motivo que ainda me mantém viva, porque até o ato mais simples de estar respirando me dilacera.
    Eu não acredito em Deus, não acho que exista um ser tão sádico que ao ver tanta gente sofrendo das mais diferentes formas (fome, câncer, depressão...) consiga ficar em tanta inércia baseado num argumento frágil como o livre arbítrio ou algo do gênero para justificar.
    Por esse mesmo motivo não acredito em inferno e não tenho medo do que alguns ignorantes falam sobre suicidas irem para o inferno, acho que o verdadeiro inferno já estou vivendo convivendo com tudo isso.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

REGRAS PARA COMENTÁRIOS:

O espaço de comentários do Blog Quero Morrer é essencialmente livre, mas pode ser moderado, tendo em vista critérios de legalidade e civilidade. Não serão aceitas as seguintes mensagens:

1. que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
2. com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
3. com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
4. com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
5. de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
6. que caracterizem prática de spam;
7. são aceitos comentários anônimos, contanto que não infrinjam as regras acima.